Efetividade de intervenções nutricionais e físicas em mulheres de serviço de promoção da saúde

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

16/12/2011

RESUMO

Introdução: Ações de promoção à saúde são descritas como fundamentais à melhoria da saúde da população, com destaque para as intervenções voltadas para os modos saudáveis de vida, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Objetivos: Avaliar a efetividade de intervenções físicas e nutricionais sobre o perfil alimentar e antropométrico de usuárias de Serviço de Promoção da Saúde de Belo Horizonte, Minas Gerais. Métodos: Ensaio comunitário controlado não aleatorizado, contemplando usuárias 20 anos do Serviço de Promoção da Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte denominado Academia da Cidade. O grupo controle (GIFI) constou de mulheres que praticavam regularmente exercício físico e o grupo intervenção (GIFIN), daquelas que participaram da prática de exercício físico e de intervenção nutricional, sendo este estratificado em: intervenção individual (GIFINI), intervenção coletiva (GIFINC), intervenção individual e coletiva (GIFINIC). A intervenção nutricional constou de grupos de educação alimentar e nutricional e/ou aconselhamento individual. Avaliou-se a evolução por anamnese nutricional, aplicada no ingresso do usuário no serviço e após cerca de 11 meses de participação nas intervenções. O instrumento constou de questões sociodemográficas, hábitos alimentares, Questionário de Frequência Alimentar e Recordatório 24 horas. Realizou-se análise descritiva e os testes estatísticos: t de Student simples, Quiquadrado, Exato de Fisher e Mann-Whitney para comparações intergrupos, e McNemar, t de Student pareado, Wilcoxon e Kappa para as intragrupos (p <0,05). Resultados: Avaliou-se 124 mulheres, sendo 61 do GIFI e 63 do GIFIN, com características sociodemográficas e hábitos alimentares similares. Apurou-se que as participantes do GIFIN possuíam maiores médias de índice de massa corporal - IMC (27,8 ± 4,5 vs. 30,2 ± 6,2; p = 0,04); e as do GIFINI (p = 0,02); e as do GIFINIC, maiores médias de peso (p = 0,002), IMC (p <0,001) e circunferência da cintura - CC (p = 0,001) quando comparadas com as do GIFI. Após à intervenção, as participantes do GIFI e do GIFIN aumentaram o número de refeições diárias (p <0,001). Adicionalmente, as do GIFIN reduziram o hábito de realizar as refeições assistindo TV (72,5% para 56,9%; p = 0,04) e o consumo per capita de óleo [-6,0ml (AI:14,5); p = 0,01] e de açúcar [-19,5g (AI:42,5); p = 0,002]; aumentaram o consumo diário de água [250,0ml (AI:700,0); p = 0,003], de frutas (58,1% para 79,0%; p = 0,004), e de leite e derivados (60,3% para 74,6%; p = 0,02). Ao analisar o GIFIN, estratificado pelo tipo de intervenção nutricional, observou-se que as mulheres do GIFINI e as do GIFINIC diminuíram o consumo per capita óleo (p = 0,02 e p = 0,04); as do GIFINIC também aumentaram a ingestão diária de frutas (p = 0,03) e que as do GIFINC aumentaram o consumo de água (p = 0,02) e reduziram a ingestão de açúcar (p = 0,04). Por conseguinte, observou-se redução do peso entre as mulheres do GIFIN (-1,3 ± 3,9kg; p = 0,02) e da CC (p = 0,008) entre as do GIFINI. Destaca-se que no GIFI não houve alterações significativas no consumo de alimentos e nas medidas antropométricas. Conclusão: Os achados apontam para a necessidade de associar intervenções nutricionais à prática regular de exercícios físicos para se obter melhores resultados, bem como a viabilidade desta intervenção na rotina de serviços do SUS como estratégia para incentivar modos de vida saudáveis

ASSUNTO(S)

enfermagem teses enfermagem decs promoção da saúde decs educação alimentar e nutricional decs hábitos alimentares decs obesidade/prevenção &controle decs questionários decs estudos de intervenção decs antropometria decs relação cintura - quadril decs consumo de alimentos decs dissertações acadêmicas decs humanos decs feminino decs

Documentos Relacionados

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo