DIVERSIDADE GENÉTICA EM MILHO CRIOULO ATRAVÉS DOS MARCADORES MOLECULARES RAPD, MICROSSATÉLITE E AFLP

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

23/02/2012

RESUMO

A ampla variabilidade existente em milho deve-se às inúmeras variedades crioulas, genótipos importantes para o melhoramento, pois constituem fonte de variabilidade genética na prospecção de novos genes de interesse econômico. Os objetivos deste trabalho foram analisar a diversidade genética existente entre acessos de milho crioulo oriundos do Rio Grande do Sul e do Paraná a partir da análise do polimorfismo gerado pelos marcadores RAPD, microssatélite (SSR) e AFLP; realizar o agrupamento destes genótipos através das estimativas da similaridade genética e estabelecer possíveis relações entre a similaridade genética e os locais de coleta das variedades crioulas. As reações de PCR para cada marcador foram otimizadas através de protocolos específicos, sendo utilizados: 30 primers RAPD, 47 pares de primers SSR e 25 combinações de primers EcoRI + MseI para o marcador AFLP. Os fragmentos amplificados (RAPD e SSR) foram visualizados em gel de agarose a 2 e 3 %, respectivamente, através de corrida eletroforética horizontal por aproximadamente 4 h a 80 V. Os produtos da amplificação do AFLP foram resolvidos em gel de poliacrilamida (6 %) submetidos à corrida eletroforética vertical por 3 h e 30 minutos a 80 W (1500 V). A genotipagem das variedades de milho com o marcador RAPD amplificou 409 fragmentos com índice médio de polimorfismo de 81,9 %. O SSR gerou 134 fragmentos com 78,3 % de polimorfismo. Por outro lado, o AFLP amplificou 1889 fragmentos com índice médio de polimorfismo de apenas 40,3 %. Os fragmentos polimórficos foram submetidos às análises de similaridade genética através do coeficiente de Jaccard e de agrupamento pelo método UPGMA individualmente e conjuntamente para os marcadores. O coeficiente médio de similaridade foi de 57 % para o RAPD; 56 % para o SSR; 74 % para o AFLP e 69 % para a análise conjunta. Os dendogramas obtidos a partir do RAPD e SSR mostraram 8 grupos distintos, enquanto que o dendograma obtido a partir do AFLP e da análise conjunta formaram 6 e 7 grupos, respectivamente. De maneira geral, as correlações entre as matrizes de similaridade foram baixas, porém entre o AFLP e a análise conjunta foi de 96 %. Os resultados revelaram ampla variabilidade genética entre os acessos de milho crioulo. Os marcadores RAPD e SSR apresentaram os maiores índices médios de polimorfismo e o AFLP demonstrou maiores índices de similaridade genética entre os acessos crioulos. De maneira geral, os marcadores utilizados foram ferramentas eficientes para amostrar a diversidade genética e agrupar as variedades de acordo com os locais de coleta, embora possuam capacidade diferencial de revelar polimorfismo bem como para agrupar os acessos crioulos de milho.

ASSUNTO(S)

variabilidade genética variedades crioulas polimorfismo similaridade genética genetic variability landraces polymorphism genetic similarity biologia molecular

Documentos Relacionados

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência! Neste artigo você encontrará: TCC Pronto e Gratuito Comprar TCC Pronto É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Ler artigo