Diversidade e similaridade genéticas em clones de pimenta-do-reino

AUTOR(ES)
FONTE

Horticultura Brasileira

DATA DE PUBLICAÇÃO

2005-06

RESUMO

Setenta e oito clones de pimenta-do-reino (Piper nigrum L.) foram analisados por meio de eletroforese de isozimas para os sistemas ACP, GOT, SKDH, ACO, G6PDH, PGI, 6PGDH e FUM, para avaliar a diversidade por meio da porcentagem de locos polimórficos, número médio de alelos por locos e heterozigosidade média. A similaridade genética foi obtida por meio do coeficiente de semelhança simples e foi resumida num fenograma de média de grupo. Foram detectados 14 locos e 35 alelos. Os locos que apresentaram maior diversidade foram: G6pdh-1, Acp-1 e Skdh-1. A porcentagem de locos polimórficos variou de 3,57% a 64,29%; o número médio de alelos variou de 0,04 a 1,64; e a heterozigosidade média variou de 0,036 a 0,321. Os baixos valores observados no intervalo de variação da heterozigosidade média são consistentes com a estreita base genética dos genótipos e a amplitude deste intervalo pode estar relacionada com o grau de hibridação (artificial ou natural) de cada clone. A similaridade genética variou de 65% a 100%, sendo que 70 clones estiveram contidos na faixa de 85% e 100%, o que ratifica o estreitamento da base genética da espécie e conseqüente homogeneidade dos genomas cultivados.

ASSUNTO(S)

piper nigrum l. germoplasma isozimas melhoramento genético

Documentos Relacionados