Desenvolvimento e análise da aplicabilidade de uma órtese tornozelo-pé durante a marcha de pacientes pós-ave. / Desenvolvimento e análise da aplicabilidade de uma órtese tornozelo-pé durante a marcha de pacientes pós-ave.

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2009

RESUMO

A alteração na marcha é uma das principais sequelas residuais em pacientes pós-acidente vascular encefálico. Em virtude disso, as órteses de tornozelo-pé são muito utilizadas por essa população. O objetivo deste estudo foi desenvolver e avaliar a aplicabilidade de uma órtese de tornozelo-pé experimental durante a marcha de pacientes hemiparéticos. Foram avaliados indivíduos saudáveis, no primeiro estudo, e com diagnóstico de acidente vascular encefálico, no segundo estudo. A avaliação da marcha foi feita utilizando duas plataformas de força e um eletromiógrafo, ambos da marca EMG System do Brasil, além de uma câmera de vídeo da marca Sony. A órtese experimental desenvolvida é composta basicamente por um compartimento inteiriço que é acoplado diretamente ao pé e ao 1/3 (terço) distal do osso tibial e um dispositivo (mola de aço). Após assinatura do termo de consentimento, os pacientes e os indivíduos saudáveis foram submetidos à avaliação da marcha. Foram analisadas as seguintes variáveis: força de reação ao solo, velocidade, cadência, comprimento dos passos e da passada e os sinais eletromiográficos dos músculos: tibial anterior (TA), sóleo (SO), reto femoral (RF) e vasto lateral (VL). Os resultados mostraram que houve um aumento da atividade dos músculos avaliados, dos indivíduos saudáveis, com utilização da órtese experimental de tornozelo-pé, porém sem significância (p>0,05), já no segundo estudo, os pacientes hemiparéticos apresentaram uma maior ativação dos músculos avaliados, principalmente dos músculos RF e VL na fase de apoio e apoio médio (p<0,05). A curva de reação ao solo, dos pacientes hemiparéticos, apresentou-se mais fisiológica com utilização da órtese de tornozelo-pé experimental em comparação com o uso de órtese de tornozelo-pé de polipropileno e sem uso de órtese. Com utilização da órtese em estudo os indivíduos jovens saudáveis não alteraram os parâmetros espaço-temporais da marcha, já os pacientes hemiparéticos obtiveram uma melhora do comprimento da passada com utilização de órtese de tornozelo-pé experimental em comparação com o uso de órtese de tornozelo-pé de polipropileno (p<0,05). O nosso estudo demonstrou, de uma forma geral, que houve uma maior ativação dos músculos avaliados tanto dos indivíduos saudáveis quanto dos pacientes hemiparéticos, no entanto, não podemos afirmar que houve uma melhora significante do padrão de marcha dos pacientes hemiparéticos, pois alguns parâmetros como a velocidade da marcha não apresentaram diferença significativa. Sugerimos assim, a continuidade deste com a realização de um estudo longitudinal para melhor avaliar a eficácia da utilização da órtese experimental em pacientes hemiparéticos.

ASSUNTO(S)

ciências da saúde hemiplegia Órtese hemiparesis orthosis eletromiografia. electromyography. gait marcha

Documentos Relacionados

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo