DESEMPENHO DE GERAÇÕES DO MAMOEIRO UENF/CALIMAN 01 E CORRELAÇÕES ENTRE GERMINAÇÃO, DESENVOLVIMENTO VEGETATIVO E REPRODUTIVO

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Bras. Frutic.

DATA DE PUBLICAÇÃO

30/06/2016

RESUMO

RESUMO Objetivou-se caracterizar a qualidade de sementes e o desenvolvimento das plantas das gerações F1 e F2 do mamoeiro híbrido UENF/Caliman 01, e as relações entre a qualidade físico-química e fisiológica de sementes, o desenvolvimento vegetativo e reprodutivo das plantas em campo por 360 dias, e a qualidade dos frutos. Foi estimada a contribuição relativa (Cr%) de cada característica para a divergência genética. Com aquelas de maior importância para cada grupo (Cr = 25%), foram aplicadas as análises de correlação de Pearson e de correlações canônicas. As sementes F1 apresentaram maior qualidade físico-química e fisiológica, com maiores comprimento (0,55 cm), teores de açúcares e de lipídeos (5,13 e 11,58 mg g-1, respectivamente), porcentagens de germinação e de plântulas normais (94 e 98,31%, respectivamente). As plantas F2 apresentaram maiores diâmetro do caule (81,08 mm), altura do painel (184,8 cm) e número de frutos (11,73). Observou-se que maior teor de lipídeos nas sementes apresentou associação com menor número de frutos. Ainda, menores teores de açúcares e de lipídeos das sementes e menor velocidade de germinação apresentaram associação com menor sobrevivência. Assim, a qualidade das sementes está associada à sobrevivência das plantas do mamoeiro híbrido UENF/Caliman 01 em campo, mas não apresenta relação positiva com o desenvolvimento vegetativo e reprodutivo das plantas.

ASSUNTO(S)

biometria carica papaya melhoramento de plantas qualidade fisiológica de sementes

Documentos Relacionados

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo