Desafios na formação de enfermeiros indígenas em Mato Grosso, Brasil

AUTOR(ES)
FONTE

Ciênc. saúde coletiva

DATA DE PUBLICAÇÃO

20/12/2019

RESUMO

Resumo A formação do enfermeiro no Brasil, ainda se apresenta como um desafio para as universidades, face as diversidades étnicas e as particularidades regionais existentes. Assim, o objetivo do estudo foi identificar os desafios no processo de formação de enfermeiros indígenas em Mato Grosso, Brasil. Trata-se de estudo exploratório e qualitativo, junto a 11 enfermeiros indígenas. A análise dos dados, baseou-se na interculturalidade de Paulo Freire. Verificou-se que todos participantes, buscam a integração dos saberes tradicionais indígenas com os conhecimentos técnico científicos, durante suas práticas, o que facilita a interação satisfatória com a comunidade. Durante a graduação de Enfermagem tiveram pouco ou nenhum contato com conteúdos relacionados à saúde indígena e ao término da formação vislumbravam despreparo para atender as variadas demandas em saúde. Historicamente, apresentam-se subalternizados em relação aos não indígenas, o que reflete em desvantagens no processo de ensino-aprendizagem, tanto relacionados aos aspectos técnicos/tecnológicos como sociais.Abstract The training of nurses in Brazil remain a challenge for the university, given the existing ethnic diversity and regional particularities. Thus, the aim of this study was to identify the challenges in the training process of indigenous nurses in Mato Grosso, Brazil. It is an exploratory and qualitative study, carried out with 11 indigenous nurses. Data analysis was based on Paulo Freire's interculturality. It was verified that both participants sought the integration of indigenous traditional knowledge with scientific technical knowledge during their practices, which facilitates a satisfactory interaction with the community. During nursing undergraduate school, they had little or no contact with contents related to indigenous health and at the end of the training they observed they were not prepared to meet the diverse health demands. Historically, they are subordinated in relation to non-indigenous people, which manifests as disadvantages in the teaching-learning process, related to technical / technological as well as social aspects.

Documentos Relacionados