Correlation between serum 25-hydroxyvitamin D levels and carotid intima-media thickness in a Brazilian population descended from African slaves

AUTOR(ES)
FONTE

Braz J Med Biol Res

DATA DE PUBLICAÇÃO

26/02/2018

RESUMO

Hypovitaminosis D has been identified as a possible new cardiovascular risk factor. However, the results of studies correlating serum vitamin D levels with markers of subclinical atherosclerosis have been conflicting. The aim of this study was to correlate serum levels of 25-hydroxyvitamin D [25(OH)D] with carotid intima-media thickness (C-IMT) and conventional cardiovascular risk factors in Afro-descendants. A cross-sectional analysis was performed on a sample of 382 individuals from a cohort of descendants of African slaves, inhabitants of “Quilombola” communities, with a mean age of 57.79 ±15.3 years, 54.5% of whom were women. Socio-demographic and clinical data were collected and biochemical tests were performed, including serum levels of 25(OH)D by electrochemiluminescence and urinary albumin excretion, evaluated by the albumin/creatinine ratio (ACR) in a spot urine sample. All participants underwent high-resolution ultrasonography for C-IMT measurement. Hypovitaminosis D was defined as serum 25(OH)D levels <30 ng/mL. The mean serum 25(OH)D levels were 50.4±13.5 ng/mL, with a low prevalence of hypovitaminosis D (4.86%). By simple linear correlation, a significant inverse association between 25(OH)D levels and C-IMT (r=-0.174, P=0.001) was observed. However, after multiple linear regression analysis, the significance of the association between serum levels of 25(OH)D and C-IMT measurement was lost (β=-0.039, P=0.318) and only male gender, age, smoking, systolic blood pressure, glucose and low density lipoprotein (LDL)-cholesterol remained significantly associated with C-IMT. Levels of 25(OH)D were independently and positively associated with HDL-cholesterol and inversely associated with age and ACR. In conclusion, no independent association between 25(OH)D levels and C-IMT was observed in this population. On the other hand, there was an inverse association with albuminuria, a marker of endothelial lesion.

Documentos Relacionados

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo