Composição química do leite do peixe-boi da Amazônia (Trichechus inunguis Natterer 1883) em cativeiro nos diferentes estágios de lactação

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

29/04/2011

RESUMO

Este estudo teve como objetivo conhecer, a partir de fêmeas cativas lactantes, a composição nutricional do leite do peixe-boi da Amazônia. No período de oito anos foram coletadas amostras de leite de três fêmeas, de quatro períodos de lactação e nos diferentes estágios de lactação do peixe-boi da Amazônia (Trichechus inunguis) em cativeiro. Os teores de água, gordura, proteína, cinzas e energia bruta foram determinadas. O intervalo de variação observado, no teor de umidade do leite foi de 68,55 a 82,1%, na gordura a variação esteve entre 8,76 e 19,73%, a proteína bruta variou de 4,24 - 10,47% e nas cinzas a variação encontrada foi de 0,83 - 1,36%. Os teores de gordura e energia bruta aumentaram ao longo da lactação, principalmente no segundo ano. Os teores de umidade, proteína bruta, sólidos totais e energia bruta foram significativamente diferentes (p<0,05) entre fêmeas lactantes. A fêmea multípara apresentou diferença altamente significativa para os teores de umidade (p = 0,0001) e proteína (p <0,0001) do leite. Não houve relação significativa (p>0,05) entre o peso e o comprimento dos filhotes com os componentes do leite analisados. Não foi detectada diferença significativa nos teores dos componentes do leite de fêmeas lactentes com filhotes machos. Os resultados deste estudo poderão ser utilizados como valores referência para futuras formulações lácteas para filhotes de peixes-bois da Amazônia órfãos, em cativeiro.

ASSUNTO(S)

peixe-boi amazônia zootecnia parto (obstetrícia) peixe-boi lactação - aspectos nutricionais leite composição nutricional análise bromatológica.

Documentos Relacionados