Comportamento do consumidor de alimentos no Brasil: um estudo sobre a carne suína / Food consumer behavior in Brazil: a study about pork

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2011

RESUMO

Consumidor é o agente econômico que faz girar toda e qualquer atividade na sociedade, seja um bem, serviço ou qualquer forma de produção que se possa gerar. Assim, de sua vontade dependem a manutenção, o sucesso ou o fracasso de qualquer uma dessas citadas atividades. Quanto mais os esforços de marketing das empresas estiverem concentrados desde o início no consumidor final que se deseja atingir, maiores serão as chances de que o produto ou serviço seja bem aceito por ele e assim se obtenha sucesso no empreendimento. No entanto, para que se atinja esse objetivo de atender ao consumidor final, é preciso que se saiba quem é esse consumidor final, quais são seus gostos, suas preferências, quais atributos deseja encontrar nos produtos que consome e em quais proporções. E isso só se consegue estudando-o, realizando pesquisas que aliem o estudo científico à realidade empírica, indo até ele e questionando-o a respeito desses assuntos com sólidas bases acadêmicas. O que este trabalho pretendeu foi exatamente realizar um estudo nesse sentido, ou seja, com uma base teórica (a teoria do Comportamento do Consumidor), chegou-se até o consumidor final de carne suína com uma pesquisa estruturada que envolvia questões sobre estilo de vida, atitudes e valores em relação aos produtos e à produção de suínos, além de ocasiões, frequência, locais e maneiras de compra e de consumo de carne suína e produtos feitos à base de carne suína. Esta pesquisa utilizou dados do projeto europeu Q-PorkChains, do qual a pesquisadora do presente estudo e seus orientadores fizeram parte. Utilizaram-se nesta tese dados de apenas um dos cinco módulos do projeto, o módulo que se refere ao Consumo, e apenas a pesquisa aplicada no Brasil. Por tratar-se de um grande questionário que envolvia uma quantidade bastante diversa de assuntos, a tese não incluiu análises de todas as partes do questionário. Estudos posteriores pretendem cobrir as áreas que ainda não foram analisadas, além de se realizarem comparações entre os resultados encontrados na amostra brasileira e aqueles dos países europeus pesquisados e também da China, outro país participante da pesquisa. Foram feitas várias análises estatísticas, porém nem todos os construtos integrantes da pesquisa inicial puderam ser validados na amostra brasileira. A hipótese de que as atitudes dos consumidores brasileiros de carne suína em relação ao meio ambiente e à natureza, à produção industrial de alimentos, ao progresso tecnológico e ao etnocentrismo seriam influenciadas pelos conceitos do FRL e PVQ, que tanto essas atitudes quanto os próprios conceitos influenciariam a maneira como o consumidor vê a produção de suínos, e que, tudo isto somado, seriam gerados os comportamentos de consumo do consumidor final de carne suína no Brasil não se confirmou, uma vez que foi encontrada pouca relação entre os construtos pesquisados e o consumo. Ainda assim, além da importância de se ter a replicação de um estudo europeu no Brasil, esta tese tem como principais contribuições a verificação de uma série de informações que funciona como indicadores de tendências de compra e consumo de carne suína e produtos derivados, e a utilização de escalas ainda pouco utilizadas no Brasil no setor de agronegócios, como o Food Related Lifestyle (FRL) e o Pictorial Values Questionnaire (PVQ).

ASSUNTO(S)

atitudes attitudes comportamento do consumidor consumer behavior pork suínos

Documentos Relacionados

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo