Comparação de diferentes testes para determinar intubação difícil em pacientes pediátricos

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Bras. Anestesiol.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Justificativa: As dificuldades no manejo das vias aéreas são a principal causa de morbidade e mortalidade relacionada à anestesia pediátrica. Objetivo: Avaliar o valor do teste modificado de Mallampati, teste da mordida do lábio superior, distância tireomentoniana e relação altura-distância tireomentoniana para prever intubação difícil em pacientes pediátricos. Projeto: Análise prospectiva. Mensurações e resultados: Dados coletados de 250 pacientes pediátricos, com idades entre 5 e 11 anos, submetidos à intubação traqueal. A classificação de Cormack e Lehane foi usada para avaliar laringoscopia difícil. Os valores de sensibilidade, especificidade, preditivo positivo e AUC para cada teste foram registrados. Resultados: A sensibilidade e especificidade do teste modificado de Mallampati foram 76,92% e 95,54%, enquanto para o ULBT foram 69,23% e 97,32%. O ponto de corte ideal para a relação altura-distância tireomentoniana e distância tireomentoniana para prever laringoscopia difícil foi 23,5 (sensibilidade, 57,69%; especificidade, 86,61%) e 5,5 cm (sensibilidade, 61,54%; especificidade, 99,11%). O teste de Mallampati modificado foi o mais sensível dos testes. A relação entre altura-distância tireomentoniana foi o teste menos sensível. Conclusão: Esses resultados sugerem que os testes de Mallampati modificado e da mordida do lábio superior podem ser úteis em pacientes pediátricos para a previsão de intubação difícil.

ASSUNTO(S)

intubação difícil pediatria testes preditivos

Documentos Relacionados

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo