Como adequar a agenda dos tratamentos odontológicos à agenda de diálise dos pacientes com IRC?

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2018

RESUMO

Normalmente, a hemodiálise é realizada duas a três vezes por semana, durante quatro horas, devendo o tratamento dentário realizar-se entre as sessões; assim, por exemplo, se o paciente realiza hemodiálise às segundas, quartas e sextas-feiras, o tratamento odontológico deverá realizar-se na terça, quinta-feira ou sábado. Isso se dá em razão das inúmeras complicações decorrentes do tratamento hemidialítico, como a hipotensão, as cãimbras, náuseas e vômitos, cefaleia, dor no peito, dor lombar, prurido, febre e calafrios(3). Deve-levar também em consideração, a existência ou não do acesso vascular (fístula arteriovenosa ou shunt) uma vez que predispõe ao alto risco para endocardite infecciosa e infecções intravasculares. Além disso, pacientes que se submetem a hemodiálise recebem heparina durante esse processo. Mesmo sendo mínimo o efeito residual da heparina, é prudente marcar as consultas odontológicas para um dia após o da diálise.

ASSUNTO(S)

insuficiência renal crônica diálise renal saúde bucal pessoas com deficiência assistência odontológica para pessoas com deficiências

Documentos Relacionados