Colonização oral por Candida spp. em pacientes com infecção pelo HIV em uso de terapia anti-retroviral : estudo epidemiologico, clinico e microbiologico / Colonization by oral Candida spp. in patients with HIV infection in use of antiretroviral therapy : study epidemiological, clinical and microbiological testing

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2008

RESUMO

OBJECTIVES: Evaluating de incidence of oral colonization by Candida spp. in patients in use of antiretroviral therapy, comparing the results of the groups of patients colonized and non-colonized, as well as study the microbiological aspects of the isolated strains. PATIENTS AND METHODS: It was made a cross sectional study assisted at HC/UNICAMP, from August, 2003 to April, 2004, with unique collect of the oral cavity by patient using a swab. CHROMagar Candida® and ID32C® were used in growth, isolation and identification of Candida spp. and Candida Check® for determination of C. albicans sorotypes. C. dubliniensis was identified by sequencing in ABI PRISM 3100® GENETIC ANALYZER device. The genomic profile was studied by PFGE, using the system CHEF and azoles, 5-FC, amphotericin B and nistatine sensibility, based broth microdilution (CLSI). It was evaluated through the review of the prontuaries: genre, age, race, year of HIV infection diagnosis, type of exposition, viral load, TCD4+ linfocyte counting, opportunistic infections, antiretroviral therapy and antifungal therapy. RESULTS: It was identified 140/324 colonized patients and 184/324 non-colonized patients: male gender (63% and 60%), sexual exposition (81,5% and 80,5%) and average age of 39,8 years old. The presence of colonization was significantly greater in patients with detectable viral load (p=0,002) e CD4+<200/mm3 (p=0,006). The incidence of oral candidiasis (31,2%), tuberculosis (20,9%), herpes zoster (16,3%), Pneumocystis carinii pneumonia (PCP) (15,7%) and toxoplasmosis (11,7%) was seen among the total of studied patients. It was not observed a significant difference regarding colonization by Candida among the patients in use of ARVT with or without usage of PI. The early usage of nistatine was bigger in the colonized group (p=0,014). It was isolated 115/154 C. albicans sorotype A, 15/154 C. albicans sorotype B and 24/154 non albicans Candida . Twelve patients presented mixed colonization. The genomic study of C. albicans sorotype A, identified 15 different profiles, with dominance of A1 (56,5%), which shown 100 % similarity between C. albicans sorotype B and predominant B1 (86,6%). The genomic profile of C. glabrata showed heterogeneous. C. albicans serotype A and B showed sensible to all evaluated antifugicals. C. glabrata e C. krusei showed S-DD to azoles. CONCLUSION: This work contributed significantly to trace an epidemiological/clinical profile of the HIV patients in usage of ARV therapy and the lack of influence of IP in the presence or absence of colonization of oral Candida

ASSUNTO(S)

candida albicans eletroforese em gel antifungicos antifungal agents gel eletrophoresis terapia anti-retroviral de alta atividade candida dubliniensis highly active antiretroviral therapy

Documentos Relacionados

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo