Caracterização química de grãos verdes crus e após processamento térmico em cultivares biofortificadas de feijão-caupi

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Ciênc. Agron.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2017

RESUMO

RESUMO O feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp.) é uma das leguminosas mais consumidas no Norte e Nordeste do Brasil, representando importante fonte de proteínas, energia, fibras e minerais, além de gerar emprego e renda. O objetivo deste trabalho foi determinar a composição química e o efeito do processamento térmico em grãos verdes de cultivares de feijão-caupi biofortificadas. Foram analisadas amostras de grãos verdes de quatro cultivares de feijão-caupi, sendo apenas uma não biofortificada (padrão). Determinou-se a composição centesimal e o valor energético total (VET), antes e após o processamento térmico. As médias das características avaliadas foram comparadas pelos testes . de Student e Tukey (. <0,05). Os teores de umidade e VET dos grãos verdes crus variaram, respectivamente, de 58,32 a 60,66% e 159 a 170 Kcal/100 g (base úmida). Os teores de cinzas, proteínas, lipídeos e carboidratos (base seca) dos grãos verdes crus variaram, respectivamente, de 1,58 a 1,68%; 11,03 a 13,25%; 1,31 a 2,23%; 36,11 a 38,13%. Após o tratamento térmico houve aumento no conteúdo de lipídios (1,57 - 2,36%) e redução nos conteúdos de cinzas (0,83 - 1,09%), proteínas (10,25 - 13,13%) e carboidratos (25,22 - 28,50%), exceto na cultivar BRS Tumucumaque que teve redução no conteúdo de lipídios (2,04%) e aumento no conteúdo de proteínas (12,94%). Concluiu-se que os grãos das cultivares de feijão-caupi foram afetados pelo processamento térmico, reduzindo os teores de cinzas, proteínas, carboidratos; e aumentando o conteúdo de lipídeos em três das quatro cultivares de feijão-caupi estudadas. A única cultivar que não se comportou de maneira similar às demais foi a BRS Tumucumaque, que teve um aumento no conteúdo de proteínas e redução de lipídeos, após o tratamento térmico.

ASSUNTO(S)

vigna unguiculata valor nutritivo cocção

Documentos Relacionados

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência! Neste artigo você encontrará: TCC Pronto e Gratuito Comprar TCC Pronto É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo