Capital social e subutilização de medicamentos por motivos financeiros entre idosas: evidências de dois inquéritos brasileiros

AUTOR(ES)
FONTE

Ciênc. saúde coletiva

DATA DE PUBLICAÇÃO

2013-12

RESUMO

Este estudo transversal apresenta estimativas de prevalência e avalia o papel dos fatores sociodemográficos, condições de saúde, características do sistema de saúde e contextuais na subutilização de medicamentos por motivos financeiros entre as mulheres mais idosas. Participantes do Inquérito de Saúde da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e do décimo primeiro seguimento do Estudo de Coorte de Idosos de Bambuí foram avaliadas. Na RMBH, a prevalência da subutilização foi de 11,4%, e em Bambuí, foi de 5,4%. Autopercepção de saúde (OR = 3,46; IC95% = 1,329,10); limitações da vida diária (OR = 2,75; IC95% = 1,31-5.78) e percepção de ajuda (OR = 2,36; IC95% = 1,07-5,25) apresentaram associações independentes com a subutilização para as residentes na RMBH. Já a pior percepção de coesão ao bairro de moradia (OR = 2,38; IC95% = 1,02-5,56) e a pior percepção do ambiente físico (OR = 2,58; IC95% = 1,10-6,03) aumentaram significativamente a chance de subutilização em Bambuí. Estes resultados apresentam importantes evidências na identificação de fatores de risco para a subutilização e apontam para a necessidade de desenvolver estratégias para ampliar a integração das idosas em sua comunidade de modo a reduzir o impacto da subutilização na velhice.

ASSUNTO(S)

subutilização por motivos financeiros capital social mulheres idosas farmacoepidemiologia

Documentos Relacionados

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo