Can participation in sports during childhood influence physical activity in adulthood?

AUTOR(ES)
FONTE

Motriz: rev. educ. fis.

DATA DE PUBLICAÇÃO

27/11/2017

RESUMO

Abstract Aims: The promotion of sports participation during the early years of life is important not only because it promotes health during childhood and adolescence, but also because it has benefits in adulthood. This study was developed to identify the association between sports participation during the early years of life and adulthood, to analyze the non-participation in sports throughout life and to identify the correlates of non-participation in sports. DESIGN: Cross-sectional study. Methods: The sample was composed of 743 adults randomly selected in a medium-size Brazilian city. Non-participation in sports during childhood and adolescence was assessed through specific questions, and non-participation in sports in adulthood was assessed using the second section of Baecke questionnaire. Answering “no” in the three periods assessed (childhood, adolescence and adulthood) was characterized as non-participation in sports throughout life. Chronological age, sex, formal education, BMI, current job and ethnicity were considered covariates. Categorical data were expressed as rates and compared using chi-square test and binary logistic regression. Results: The prevalence of adults not engaged in sports throughout life was 58.5% (95% CI= 55.1 - 62.1). Females (OR = 2.41 [1.71 - 3.38]), those more advanced in age (OR = 3.29 [1.82-5.94]) and/or possessing a lower level of education (OR = 4.47 [2.45 - 8.17]) were associated with the non-engagement in sports. Conclusion: Non-participation in sports during childhood can influence non-participation in sports during adulthood, which is significantly affected by sex, age and education level.

Documentos Relacionados

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo