Body image distortion and dissatisfaction in incarcerated women

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Nutr.

DATA DE PUBLICAÇÃO

12/08/2019

RESUMO

RESUMO Objetivo Estimar a prevalência da distorção e da insatisfação com a Imagem Corporal e identificar seus fatores associados numa população de mulheres encarceradas em regime fechado. Métodos Estudo observacional transversal realizado com mulheres reclusas (n=107) do Rio Grande do Norte, Brasil. Foram coletadas informações pessoais sociodemográficas por meio de entrevista, e mensurados o peso e a estatura para obtenção do Índice de Massa Corporal. A avaliação da imagem corporal ocorreu por meio da escala de figuras de silhuetas para adultos brasileiros. Razão de Prevalência com seus respectivos intervalos de confiançade 95% e método Bland-Altman foram empregados nas análises estatísticas. Resultados A distorção da imagem corporal afetou 83,3% das participantes e a insatisfação com a imagem corporal, 91,6%. Mais da metade (58,9%) desejava um índice de massa corporal menor (9,01±5,25Kg/m²), entretanto,32,7% queria aumentar o tamanho corporal (6,43±4,34Kg/m²). As características sociodemográficas, o estado nutricional (RP=0,99 IC95%:0,89-1,11) e o tempo de reclusão (RP=1,06 IC95%:0,94-1,19) não estiveram associados à insatisfação com a imagem corporal. Não foram verificadas associações entre a distorção daimagem corporal e o tempo de encarceramento (RP=1,17 IC95%:0,96-1,42) ou estado nutricional (RP=1,10 IC95%:0,89-1,36). Conclusão A maioria das mulheres em reclusão é insatisfeita com seus corpos e distorce sua imagem corporal, apontando para a necessidade de incluir esses aspectos nas ações de promoção da saúde no sistema prisional.ABSTRACT Objective To investigate the prevalence of Body Image distortion and dissatisfaction and evaluate the associated factors in incarcerated women in a closed regime. Methods Cross-sectional observational study, conducted with female inmates (n=107) in Rio Grande do Norte, Brazil. Personal sociodemographic data were collected through an interview, and the height and weight were measuredto obtain the body mass index. Body image was assessed using a scale of silhouettes fi gures for Brazilian adults. Prevalence Ratios with their respective 95% Confi dence Intervals and Bland-Altman method were used in thestatistical analysis. Results A total of 83.3% of the participants were affected by body image distortion and 91.6% by body image dissatisfaction. More than a half (58.9%) wanted a lower Body Mass Index (9.01±5.25Kg/m2), however, 32.7% wanted to increase the body size (6.43±4.34Kg/m2). The sociodemographic characteristics, nutritional status (PR=0.99; 95%CI:0.89-1.11), and the time of imprisonment (PR=1.06; 95%CI:0.94-1.19) were not associated with Body Image dissatisfaction. No associations were observed between body image distortion and the time ofimprisonment (PR=1.17; 95%CI:0.96-1.42) or nutritional status (PR=1.10; 95%CI:0.89-1.36). Conclusion Most female inmates were dissatisfied with their bodies and distort their body image, indicating the need for these aspects to be included in the health promotion actions in the prison system.

Documentos Relacionados

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo