Avaliação do atendimento as vitimas de violencia sexual e da profilaxia pos-exposição ao HIV

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2005

RESUMO

A experiência com a utilização de profilaxia pós-exposição ocupacional ao Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) tem levantado questões sobre a possibilidade de repetir este modelo nas exposições não ocupacionais ao vírus. Entretanto, faltam dados a respeito da eficácia desta profilaxia. Objetivo: Avaliar o protocolo de atendimento a vítimas de violência sexual, a profilaxia pós-exposição (PPE) ao HIV e a adesão ao seguimento proposto. Casuística e método: Foram coletados dados das vítimas de violência sexual, atendidas no Núcleo de Vigilância Epidemiológica!CAISM, de maio de 1997 a março de 2001. As vítimas foram classificadas em uma das três categorias de acordo com a severidade da exposição (I: baixo, 11:moderado e 111:alto). PPE foi oferecida para as vítimas do grupo 11 (AZT + 3TC) e 111(AZT + 3TC + inibidor de protease) se o tempo após a exposição fosse menor que 72h. A toxicidade dos anti-retrovirais (ARV), sorologia para o HIV e a adesão, foram avaliadas durante seis meses de seguimento. Resultados: Durante o período do estudo, foram atendidas 347 vítimas de violência sexual com mediana de idade de 20 anos. PPE foi oferecida para 278 pacientes (141 no grupo 11e 137 no grupo 111)e 169 pacientes completaram os 28 dias de profilaxia. Efeitos colaterais foram mais comuns no grupo 111(P<0,01).Sorologia para o HIV foi positiva em 6 dos 26 agressores identificados. Não houve soroconversão nas 180 vítimas que completaram o seguimento. Análises multivariadas mostraram que o conhecimento do estatus sorológico do agressor e o uso da profilaxia foram associados com a adesão. Conclusão: As complexas circunstâncias que envolvem a violência sexual, colocam as vítimas numa situação de risco para a transmissão do HIV, sugerindo que a PPE deva ser considerada nestas exposições. A terapia tripla foi associada a efeitos colaterais graves, sugerindo que o regime de drogas deva ser reavaliado. A falta de dados sobre o assunto reforça a necessidade de estudos sobre a eficácia da profilaxia.

ASSUNTO(S)

profilaxia hiv (virus) vitimas sexualmente molestadas violencia doenças sexualmente transmissiveis

Documentos Relacionados

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo