Avaliação da força muscular de membros inferiores pós-ave pela dinamometria portátil: uma revisão da literatura

AUTOR(ES)
FONTE

Fisioter. mov.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2016-03

RESUMO

Resumo Introdução: A fraqueza muscular de membros inferiores (MMII) é uma das principais deficiências do Acidente Vascular Encefálico (AVE), associada à redução da mobilidade e da execução de tarefas funcionais. Portanto, é necessária a avaliação da força muscular desses segmentos, o que é comumente realizado com a dinamometria portátil. Objetivos: Verificar os protocolos utilizados para a avaliação da força muscular de MMII com o dinamômetro portátil em indivíduos pós-AVE e as propriedades de medida investigadas. Métodos: Foram realizadas buscas nas bases de dados MEDLINE/SCIELO/LILACS/PEDro com combinação de termos específicos, seguida de busca manual ativa. Dois examinadores independentes analisaram os estudos e extraíram as informações. Resultados: Foram incluídos 30 estudos, sendo os grupos musculares do joelho os mais comumente avaliados (90%), seguido do tornozelo (66,7%) e quadril (63,3%). Em 5% dos estudos, não houve qualquer descrição do posicionamento dos indivíduos, do equipamento e nem da estabilização adotada. Apenas 50% relatou o número de repetições e apenas 46,7% o tempo da contração muscular, sendo três repetições e cinco segundos de contração os mais utilizados. Poucos relataram uso de feedback imediato e verbal (10%) e demonstração (23,3%) antes da coleta dos dados. Apenas sete estudos (23,3%) investigaram as propriedades de medida do dinamômetro portátil, sendo investigada a confiabilidade com resultados significativos, de moderada a elevada magnitude. Considerações finais: Não houve uma padronização clara dos protocolos utilizados na avaliação da força muscular de MMII com o dinamômetro portátil em indivíduos pós-AVE e apenas uma propriedade de medida foi investigada: a confiabilidade, com resultados adequados.

ASSUNTO(S)

acidente vascular cerebral dinamômetro de força muscular força muscular extremidade inferior avaliação.

Documentos Relacionados

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo