Avaliação andrológica e criopreservação de sêmen de jaguatirica (Leopardus pardalis Linnaeus, 1758) / Andrologic evaluation and semen cryopreservation in ocelot (Leopardus pardali Linnaeus, 1758)

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2009

RESUMO

Este trabalho apresentou três experimentos realizados em jaguatiricas adultas de cativeiro. O primeiro experimento teve por objetivo principal o estudo comparativo entre dois protocolos para coleta de sêmen por eleteoejaculação. Foram comparadas a técnica convencionalmente utilizada na literatura para felídeos (80 estímulos elétricos em 3 séries de 2 a 6V) e uma adaptação na qual se preconiza o esvaziamento e lavagem da bexiga, para se evitar a contaminação do sêmen pela urina, e utiliza um menor número de estímulos elétricos idênticos, porém com uma voltagem mais alta (35 estímulos elétricos em sete séries de cinco estímulos de 16V). Foi utilizado um total de seis animais sendo que em quatro foram realizadas ambos os protocolos. Foram realizadas três coletas de sêmen para cada técnica em cada animal. Foram aferidos o peso, a biometria corporal e testicular e as características do sêmen avaliadas foram: aspecto, volume espermático, motilidade espermática, vigor, concentração espermática, total de espermatozóides por ejaculado e índice espermático. Ambos os protocolos mostraram eficiência para a coleta de amostras de sêmen, porém, com o protocolo modificado, obteve-se em média valor 6 vezes maior para volume espermático (1,2 mL), cerca de 3,6 vezes maior de concentração espermática por mililitro de sêmen (456,6x106), e dezoito vezes maior de número total de espermatozóides por ejaculado (667,3x106). O protocolo modificado se mostrou ainda mais rápido e livre de contaminação por urina. Os dados qualitativos dos espermatozóides como vigor, motilidade e índice espermático demonstraram ótima qualidade espermártica e foram compatíveis com os dados fornecidos pela literatura. O segundo experimento apresentou um estudo da caracterização do ejaculado de seis jaguatiricas. A coleta do sêmen foi feita por eletroejaculação (80 estímulos elétricos em 3 séries de 2 a 6V) realizada com o esvaziamento e lavagem prévios da bexiga, para se evitar a contaminação do sêmen pela urina. Foram realizadas três coletas de cada animal. Os resultados da caracterização do ejaculado revelaram parâmetros semelhantes aos dados da literatura, destacando-se os valores médios de espermatozóide totais por ejaculado (37,1 milhões), índice espermático (83%), número total de patologias (35,9%) e patologias primárias e secundárias (8,9%) e (27,7%), respectivamente. O terceiro experimento, realizado em duas jaguatiricas, avaliou os meios criprotetores à base de glicerol e etileno glicol, ambos a uma concentração de 6%, na viabilidade do sêmen pós descongelamento de dois animais. Para isso, foram realizados testes de Termorresistência (TTR), Hiposmótico (HO) e Coloração Supravital (CS). No presente estudo, o meio a base de glicerol se apresentou melhor no teste TTR (45 a 60min glicerol e 35 a 40min etileno glicol), e os testes HO e SC tiveram uma percentagem de 34% a 43% de células com integridade de membrana e entre 20% e 68% de células viáveis no pós-descongelamento em ambos os protocolos testados.

ASSUNTO(S)

semen ocelot sêmen fisiopatologia da reproducao animal jaguatirica criopreservação cryopreservation leopardus pardali

Documentos Relacionados

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo