Associação entre polimorfismos no gene BMP4 e expressão de fenótipos de CAKUT em amostra brasileira

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

30/11/2011

RESUMO

As anomalias congênitas do rim e do trato urinário compreendem um vasto espectro de malformações do trato urinário como válvula de uretra posterior, hipoplasia, displasia, ureterocele, refluxo vesicoureteral, agenesia renal, rim policístico, duplicação do trato urinário e obstrução da junção ureteropélvica. Tais anomalias ocorrem com uma frequência de 0.5 a 1 em cada 500 nascidos vivos. A origem e desenvolvimento das anomalias congênitas do rim e do trato urinário é complexa e diversificada. Os processos de gênese e desenvolvimento renal se iniciam em torno da 5ª semana de gestação e cessam, aproximadamente, na 36ª semana. O desenvolvimento morfológico dos rins e do trato urinário em humanos se inicia quando o ducto néfrico é formado no mesoderma intermediário embrionário. O gene BMP4 (Bone morphogenetic protein-4) codifica uma proteína de mesmo nome que está envolvida na regulação do crescimento do broto ureteral, na promoção do crescimento e alongamento dos brotos ureterais e ainda no crescimento da população de células do estroma e na inibição da condensação das células mesenquimais em torno do broto ureteral. Para o presente estudo, pacientes com diagnóstico de anomalias congênitas do rim e do trato urinário e controles saudáveis foram recrutados. Amostras de sangue venoso dos voluntários foram submetidas a processo de extração de DNA e as amostras obtidas foram genotipadas para análise de tag SNPs do gene BMP4. Foi avaliado um total de 400 indivíduos entre pacientes e controles, com uma média de idade de 12 anos entre pacientes e 47 anos entre controles. Foram observadas diferenças entre a frequência de haplótipos entre o grupo de pacientes e de controles, sugerindo que a presença de determinados polimorfismos no gene BMP4 aumentam o risco de desenvolvimento de anomalias congênitas do rim e do trato urinário na amostra estudada. Ao analisar por grupos específicos de diagnósticos, não foi observada associação dos polimorfismos de BMP4 com nenhum dos grupos específicos, sugerindo que a classificação clínica não corresponde aos achados genéticos.

ASSUNTO(S)

sistema urinário decs rim decs rim/anormalidade decs sistema urinário/anormalidade decs anormalidades congênitas decs proteína morfogenética óssea 4 decs genótipo decs fenótipo decs embriologia decs dissertações acadêmicas decs dissertação da faculdade de medicina da ufmg.

Documentos Relacionados

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo