As redes de colaboração científica no Brasil : (2004-2006)

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2009

RESUMO

Através da análise da co-autoria em artigos, este trabalho investiga as publicações nacionais indexadas pelo SCI do ISI entre os anos 2004-2006, com o objetivo de aprofundar e entender a colaboração científica na comunidade brasileira. Fizeram parte do estudo todos os artigos que contêm ao menos um endereço brasileiro no campo Address. Os dados foram organizados e analisados com o auxílio dos softwares Bibexcel, SPSS versão 14.0, Excel 2007 e Pajek. A análise quantitativa foi complementada por uma pesquisa qualitativa, realizada por meio de questionários e entrevistas com pesquisadores brasileiros. Os 49.046 artigos examinados revelaram que a produção científica nacional cresceu anualmente durante o triênio, e os artigos são publicados majoritariamente em inglês. Os artigos foram publicados em um vasto número de revistas, sendo que 15,7% deles em periódicos nacionais. As áreas mais produtivas da ciência nacional no SCI são a Química, a Biologia, a Física e a Medicina Clínica e Experimental II. Um grande número de instituições de filiação foi detectado, indicando que o Brasil não possui um padrão de publicação científica consolidado, dada a presença esparsa de muitas instituições cuja participação aconteceu uma única vez (59,1%). A co-autoria entre indivíduos cresceu ao longo do triênio, representando cerca de 96% da produção nacional. A média de autores por artigo é 6,3. A análise das instituições revela que a produção concentra-se em poucas instituições, a maioria universidades públicas localizadas em regiões específicas. A média de instituições por artigo é 2,4, e o exame das instituições mais produtivas destacou a prática da co-autoria intra-institucional. A aplicação de índices de colaboração relativos, análises EMD, fatorial e de agrupamentos identificou a existência de grupos formados regionalmente. A co-autoria internacional decresceu percentualmente ao longo do triênio, representando 30,3% da produção brasileira. EUA, França, Reino Unido e Alemanha são os maiores parceiros em número de artigos, entretanto, os índices relativos revelam que os EUA e a Argentina são os principais parceiros. A motivação para a colaboração internacional parece seguir razões históricas, lingüísticas e de proximidade geográfica. A análise específica das áreas do conhecimento revela que a co-autoria possui facetas próprias nas distintas áreas analisadas. A Agricultura e Meio Ambiente mostrou que os cientistas se agrupam em redes que refletem os colégios invisíveis a que eles pertencem. Na Física, preponderam grandes grupos de co-autoria, e a Matemática apresentou pesquisadores distribuídos em sub-redes que não refletiram agrupamentos por instituição. A forma como acontece a interação entre os cientistas variou conforme a área do conhecimento, e a motivação para a co-autoria é diversificada.

ASSUNTO(S)

bibliometria brasil scientific collaboration cientometria brazilian science bibliometrics artigo científico : co-autoria producao cientica scientometris co-authorship

Documentos Relacionados

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

TCC Pronto e Gratuito? Sério mesmo? Você acredita em almoço de graça? Comprar um TCC Pronto? Fazer o Próprio TCC? Você ainda tem dúvidas como essas? Você PRECISA ver este Artigo com Urgência! Neste artigo você encontrará: TCC Pronto e Gratuito Comprar TCC Pronto É só me corrigir se eu estiver errado, mas as pessoas Adoram Atalhos, certo? O problema é que, muitas vezes, ATALHOS São ARMADILHAS DISFARÇADAS. Então, se você quer Fugir das Armadilhas e quer saber a Verdade sobre TCC Pronto, TCC Pronto e Ler artigo