Arquivos de Pessoa(s): um estudo sobre entendimentos e representações dos arquivos manuscritos na Casa Fernando Pessoa

AUTOR(ES)
FONTE

An. mus. paul.

DATA DE PUBLICAÇÃO

09/08/2018

RESUMO

RESUMO Este artigo apresenta os resultados de uma investigação de pós-doutoramento. A pesquisa procura discutir a compreensão dos manuscritos arquivísticos de Fernando Pessoa como um espólio e inferir o quantitativo das representações desses documentos, bem como identificar as práticas através das quais essas representações foram mediadas na Casa Fernando Pessoa. O método histórico-documental é adotado, considerando como base empírica os produtos, o espaço do museu e a documentação administrativa de 2006 a 2017. Do entendimento de espólio resultam as seguintes consequências: uma mistura de arquivos como resultado de adições impróprias, a falta de controle sobre a preservação da autenticidade dos documentos, a ausência de representações arquivísticas e de vínculos arquivísticos, a tematização do arquivo em detrimento da descrição arquivística, a desarticulação entre coleções particulares e arquivos públicos e a não conformidade com padrões metodológicos compatíveis com um fundo fechado de arquivo. A Casa Fernando Pessoa é um lugar de convergência entre o material de museus, arquivos e bibliotecas. O resultado quantitativo total das representações dos manuscritos arquivísticos de Fernando Pessoa (1888-1935) corresponde ao número de 225 representações. Foram identificadas as seguintes categorias de representação: fac-similar, artística, visual, gráfica e digital. Identificou-se a ocorrência de 22 práticas distribuídas nos seguintes tipos: recriação histórica, exposição, exposição multimídia, curso, efemérides, webdifusão e curadoria digital. Foi possível constatar que a Casa Fernando Pessoa contribui para a democratização das representações dos manuscritos através de práticas de difusão e mediação cultural com material de arquivo.

ASSUNTO(S)

arquivos pessoais manuscritos representações casa-museu mediação cultural casa fernando pessoa.

Documentos Relacionados

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Se você quer aprender Como Fazer Citações para o TCC de forma fácil e não ser acusado de plágio, então, recomendo fortemente que leia esse artigo até o final… E não se esqueça de assistir o vídeo logo abaixo! Imagina só… você fez todo o seu TCC, está aliviado, radiante, tirou um peso das costas… aí, PAH! Seu orientador diz que o seu trabalho tem Plágio e, por isso, vai ser reprovado. Não!!!! Aí vai uma notícia que talvez você não saiba, SE VOCÊ FEZ Ler artigo