Antivenomic approach of different Crotalus durissus collilineatus venoms

AUTOR(ES)
FONTE

J. Venom. Anim. Toxins incl. Trop. Dis

DATA DE PUBLICAÇÃO

17/12/2018

RESUMO

Abstract Background: Our group has previously performed a proteomic study verifying that individual variations can occur among Crotalus durissus collilineatus venoms. These variations may lead to differences in venom toxicity and may result in lack of neutralization of some components by antivenom. In this way, this study aimed to evaluate the Brazilian anticrotalic serum capacity in recognizing twenty-two Crotalus durissus collilineatus venoms, as well as their fractions. Methods: The indirect enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) was chosen to evaluate the efficacy of heterologous anticrotalic serum produced by Instituto Butantan (Brazil) in recognizing the twenty-two Crotalus durissus collilineatus venoms and the pool of them. Moreover, the venom pool was fractionated using reversed-phase fast protein liquid chromatography (RP-FPLC) and the obtained fractions were analyzed concerning antivenom recognition. Results: Evaluation of venom variability by ELISA showed that all venom samples were recognized by the Brazilian anticrotalic antivenom. However, some particular venom fractions were poorly recognized. Conclusion: This study demonstrated that the Brazilian anticrotalic serum recognizes all the different twenty-two venoms of C. d. collilineatus and their fractions, although in a quantitatively different way, which may impact the effectiveness of the antivenom therapy. These results confirm the need to use a pool of venoms with the greatest possible variability in the preparation of antivenoms, in order to improve their effectiveness.

Documentos Relacionados

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Uma Monografia Pronta em 5 Passos? Veja como isso é possível AGORA! Seu TCC é uma Monografia?… hum… como é que eu vou te dizer isso… o gato subiu no telhado… Tô Brincando! Mas eu tenho uma boa e uma má notícia para te dar. Qual você quer primeiro?… bom, não vai dar para esperar você responder, então, vou começar pela ruim mesmo: a monografia é o modelo de TCC que mais tem volume de conteúdo, principalmente se a gente comparar com um artigo científico, por exemplo. Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo