Análise financeira e de risco em plantios de mogno africano no Brasil

AUTOR(ES)
FONTE

Ciênc. agrotec.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2018-03

RESUMO

RESUMO O crescimento da demanda por madeira se dá em qualidade e quantidade, sendo os estudos econômicos fundamentais na análise da viabilidade de projetos florestais. Tais estudos estão alinhados aos estudos de manejo e silvicultura, destacando a modelagem do crescimento e produção. Este trabalho propõe a avaliação econômica da implantação do mogno africano no Brasil sob diferentes perspectivas de manejo florestal. Os dados são provenientes de plantios com idades variando de 1,1 a 15 anos localizados em diferentes regiões do Brasil. Uma análise financeira foi realizada utilizando o Valor Presente Líquido (VPL), Taxa Interna de Retorno (TIR) e Valor Anual Equivalente (VAE) para uma rotação de 20 anos de idade considerando diferentes regimes de desbaste (A - não desbastado, B - um desbaste aos 10 anos de idade com 150 árvores por hectare remanescentes e C - dois desbastes, primeiro na idade de 8 anos remanescendo 150 árvores por hectare e segundo aos 15 anos com 75 árvores por hectare remanescentes) considerando uma densidade inicial de 278 árvores por hectare. Uma simulação de Monte Carlo foi realizada levando em consideração diferentes variáveis de risco. Os resultados mostraram que a taxa de desconto foi a variável que mais influenciou a viabilidade do investimento. Todas as classes de sítio nos diferentes regimes de manejo apresentaram valores de VPL positivos, variando de 25.053 a 125.780 reais por hectare, sendo os regimes B e C os melhores. A simulação de Monte Carlo mostrou que a probabilidade de insucesso do investimento é praticamente zero, destacando o mogno africano como uma boa opção para investimento florestal, uma vez que possui altos valores de taxa interna de retorno (14% a 25%), superiores à maioria das taxas de investimento disponíveis no mercado.

ASSUNTO(S)

investimento florestal simulação de monte carlo risco financeiro.

Documentos Relacionados

Finalmente… a Conclusão do TCC em 3 Passos Simples! Se você disser que eu falei isso, eu nego, mas, para mim, a Conclusão do TCC deveria ter outro nome. Algo como: A Doce Arte de Encher Linguiça! Seus professores e orientadores podem até tentar te convencer do contrário. Podem usar inúmeros argumentos para te convencer de que a conclusão do TCC é um elemento fundamental, e, dependendo da retórica do seu professor, você até pode comprar essa bobagem como verdade. Mas se você conhece o Ler artigo

Como fazer um TCC passo a passo – plágio e softwares de TCC? O que isso tem a ver com seu TCC? TUDO! Ou você não se importa em ouvir do seu orientador: “Seu trabalho tem plágio! Zero!” É… eu sei que você se importa. O problema é que muitos alunos morrem de medo do plágio, mas não sabem exatamente quando ele acontece. Definir o plágio é muito simples. Plágio é Roubar a Ideia do Outro. Simples assim. Quando você usa uma ideia, texto ou Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Que tal aprender, de uma vez por todas, como fazer uma Justificativa de TCC, aplicando a poderosa técnica do Roteiro de Consequências? É impressionante! O quê? A técnica do Roteiro de Consequências? Sim. Ela também. E você vai conhecer essa técnica no vídeo deste artigo e vai ver Como Fazer a Justificativa do TCC com base em 2 exemplos simples e práticos. Para você, finalmente, deixar a sua Justificativa de TCC pronta! Mas, primeiro, eu preciso dizer: É impressionante! Como a Justificativa é um ponto Ler artigo