American cutaneuos leishmaniasis in Ilhéus - BA: Characterization of human cases and risk factors associated / Leishmaniose tegumentar americana no município de Ilhéus- BA: Caracterização de casos humanos e fatores de risco associados

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2007

RESUMO

In Brazil, the American Cutaneous Leishmaniasis (ACL) is highly endemic, and has been a serious public health problem. The country currently confronts the spreading and urbanization, in big and middle-sized cities, of the ACL, which is primally zoonotic and related to forest environments. The present work valued the epidemiologic aspects of ACL in Ilhéus, and the possible risk factors associated to its appearance in the urban area of this city, with previous case reports notified as autochthones of this area. A revision of all investigation cards of ACL cases in Ilhéus, registered by the SVE/SMS/Ilhéus from January 2000 to December 2006 was performed, analyzing the follows information about the referred cases: age, sex, clinical forms, diagnostic date and illness evolution. A study on phlebotomine sand fly occurrence in the urban area of Ilhéus was carried out from March to August 2006, using CDC light traps. The canine infection was investigated through indirect fluorescent antibody test (IFAT) and BIOGENE enzyme- linked immunosorbent antibody test (ELISA) for calazar canine. Additionally, with the purpose of identifying risk factors for cutaneous leishmaniasis transmission in the urban area of Ilhéus, a matched case-control study was carried out involving the human population. The information about the human cases, sand fly fauna and dogs was analyzed with frequency tables. The human cases were also analyzed, with correlation studies between the probable infection date and climate data. The possible risk factors were determinated with X MacNemar calculation, Odds Ration (OR) and 95% Confidence Intervals (CI). Analysis of investigation records showed that ACL affects mainly adult subjects, with cutaneous lesions as the principal clinical form. The seasonality analysis showed the probable infection period to be quarter September-November (Spring). No statistically significant correlation was observed (p<0.05) between case number and climate data (rain fall, humidity and temperature). On the other hands, periods with high rainfall and humidity showed a smaller number of cases. Lu. Cortelezzii was the one species collected in urban area. Three seropositive dogs were identified by the immunofluorescence assay. The case-control study showed that the age group 13 to 44 years (p= 0.0061; OR=0.13; 95% CI= 0.076-0.22), living close to woodlands, was associated with decreased risk; the habit of going to the rural area of Ilhéus showed to be a risk factor to ACL (p= 0.003; OR= 5.5; 95%; CI= 1.75- 17.29). With these results, we can conclude that ACL in Ilhéus is not urban, since no typical vector species were found, and the human cases were associated to the habit of going to the rural area. Additionally, the case profiles, adult males, showed that the subjects exposed demonstrate non- compatible characteristics with a wider-ranging exposure, as should be expected to happen if the illness transmission cycle took place in Ilhéus urban area. We also note the importance of maintaining a strict registry of human cases, with maximum rigidity, to guarantee specific diagnostic for ACL, making possible epidemiological analysis more rustworthy.

ASSUNTO(S)

leishmaniose tegumentar americana urban areas Área urbana risk factors epidemiologia animal american cutaneuos leishmaniasis fatores de risco

Documentos Relacionados

Como fazer TCC? Nas últimas semanas tenho visto milhares de alunos com dificuldades, sem saber o que fazer, que simplesmente ficam parados na frente do computador e não conseguem escrever uma única palavra sequer. Neste texto, nós vamos ver como mudar essa situação de uma vez por todas! Alguns alunos me mandam e-mails perguntando Como Fazer TCC passo a passo. Bom, em primeiro lugar, essa é uma dificuldade muito comum, vivida por 99,9% dos alunos de faculdades no Brasil e no mundo! Os outros 0,01% Ler artigo

Para ter um TCC pronto, é preciso perder o medo. E se você está perdido ou se sentido incapaz, você precisa saber: A Culpa não é sua! Descubra Agora a Mentira que te venderam (por um tempo, eu também comprei…) Quem tem medo do TCC? Eu não sei você, mas, durante um bom tempo, eu tive muito! Eu me sentia perdido, sozinho e incapaz de fazer o meu trabalho. Eu tinha certeza de que nuca teria um TCC pronto. E se você acha que o Ler artigo

Você sabe o que escrever na introdução do seu TCC? Você já parou na frente do seu computador sem ter a menor ideia sobre a introdução do seu TCC, o que escrever e por onde começar? Eu já passei por isso. E como eu não desejo essa situação para ninguém, é hora de resolver esse problema. Muita gente, mas muita gente mesmo me pergunta: “Amilton, o que eu devo escrever na Introdução do meu TCC?” Aí vai a resposta: A Introdução do seu TCC é Ler artigo

Se o seu (des)orientador pediu para você fazer os Resultados e Discussão no TCC, mas não te explicou o que é isso e nem mostrou Como Fazer, este artigo é para você! Você quer Aprender Definitivamente O Que São e Como Fazer os Resultados e Discussão no seu TCC, não quer? Então, você tem que dar uma olhada no VÍDEO deste artigo. Aprenda de maneira Rápida e Definitiva Como Fazer os Resultados e Discussão no TCC, com exemplos Simples e Objetivos para trabalhos com Pesquisa de Campo Ler artigo

Um Artigo Científico Pronto em 5 Passos? Como? É exatamente isso que você vai ver aqui. Então, você tem que fazer um Artigo Científico? Esse é modelo do seu TCC? Pode abrir um leve sorriso, afinal, o Artigo Científico é o modelo que menos exige conteúdo de texto. Trocando em miúdos, é o menor dos trabalhos acadêmicos em termos de volume de texto. Assim como todos os demais Trabalhos Científicos e Acadêmicos, o Artigo Científico Pronto tem apenas 3 Elementos: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão. E, antes Ler artigo