A siderurgia brasileira a carvão vegetal: um estudo de arranjos verticais / The wood charcoal-based Brazilian siderurgy: an study of vertical arrengements

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2010

RESUMO

Este estudo analisa aspectos que influenciam o desenvolvimento de arranjos verticais na siderurgia brasileira a carvão vegetal. Ele demonstra que produtores de ferro-gusa tendem a realizar mais parcerias e processos de verticalização ao longo da cadeia produtiva, e que tais mudanças devem influenciar positivamente a competitividade e desempenho ambiental das empresas do setor. Seus resultados decorrem do acompanhamento de treze casos, escolhidos por suas contribuições teóricas e pela capacidade de se capturar relatos históricos e em tempo real de processos envolvendo a formação de arranjos verticais. Eles indicam que parcerias e processos de verticalização ao longo da cadeia de valor representam alternativas de produtores de ferro-gusa para se reduzir incertezas, atender a pressões institucionais, obter ganhos em eficiência e atuar em mercados mais estáveis, lucrativos e diferenciados. O desenvolvimento desses arranjos depende de práticas de gestão específicas, no entanto. Por exemplo, a eficiência na verticalização a montante para as atividades envolvendo o carvão vegetal está associada a diversas economias de escala no processo, seja em etapas silviculturais ou de carbonização. A promoção de pequenas carvoarias do país está condicionada igualmente a parcerias intersetoriais, envolvendo siderúrgicas, instituições sem fins lucrativos, comunidade, agentes do governo, dentre outros. Já no âmbito da verticalização para as atividades de fundições de ferro e aciarias, observa-se que tal estratégia passa pelo desenvolvimento de competências relacionadas a habilidades comerciais e qualidade técnica na produção. Vale ressaltar que a dissertação apresenta níveis de análise avançados em relação à grande parte dos estudos sobre o tema, por adotar abordagem setorial e buscar elementos de diferentes perspectivas teóricas. Nesse sentido, merecem destaque em sua revisão de literatura discussões relativas a custos de produção, economia dos custos de transação, competição baseada em competências, escolhas estratégicas e teoria institucional. Em termos metodológicos, a pesquisa segue abordagem qualitativa, tem propósitos exploratórios e adota a estratégia de casos múltiplos. A coleta de dados consistiu principalmente de entrevistas semiestruturadas realizadas com vinte e sete pessoas de quinze diferentes organizações. Todas as entrevistas foram gravadas e transcritas, e para o tratamento desse material foi seguida a técnica de análise de conteúdo, feita com o auxílio do software NVivo 8. A pesquisa indica ainda oportunidades estratégicas para as empresas do setor a partir de três possibilidades de aproximação entre agentes da cadeia produtiva: (i) integração vertical de guseiros para a produção de autopeças; (ii) formação de consórcios industriais para a produção de aço, e (iii) intensificação de alianças e polos industriais de siderúrgicas independentes.

ASSUNTO(S)

administração estratégica estrutura organizacional interorganizational relationships organizational structure relações interorganizacionais strategy

Documentos Relacionados