Documento


Relação entre o ciclo sono e vigília e a função cardiorrespiratória em estudantes de medicina

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

08/10/2010

RESUMO

Os estudantes, normalmente, apresentam um padrão de sono irregular caracterizado por atrasos de início e final do sono dos dias de semana para os finais de semana, curta duração de sono nos dias de semana e longa duração de sono nos finais de semana. A redução do sono necessário na semana e a consequente irregularidade no ciclo sono e vigília (CSV) provocam detrimentos relevantes a curto e longo prazo no desempenho dos estudantes, como por exemplo, na função cardiorrespiratória. O condicionamento cardiorrespiratório representa além do condicionamento físico, traços associados às condições de saúde e, em muitos estudos, no padrão e/ou qualidade do sono de um indivíduo. O objetivo desse estudo foi avaliar o padrão do ciclo sono e vigília e a função cardiorrespiratória de estudantes de medicina em diferentes esquemas de horários de aulas. O estudo foi realizado com duas turmas de estudantes de medicina da UFRN, uma assistia aula às 7h (n=47) e a outra assistia aula às 8h (n=41) durante a semana. Na 1 etapa do estudo todos os voluntários responderam uma anamnese, o Questionário Internacional de Atividade Física, o Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh, a versão em português do questionário de Cronotipo de Horne e Östberg, o questionário a Saúde e o sono e a escala de sonolência de Epworth. Na segunda etapa, 24 alunos (12 de cada turma) tiveram o ritmo de monitorado por actímetros com 2min de intervalo, por 14 dias, concomitante ao preenchimento do diário do sono. Nesse mesmo período, cada voluntário fez o teste de esforço (esteira ergométrica) uma única vez, sempre no período da manhã (entre 9h e 11h). Os estudantes apresentam um padrão irregular do CSV e essa irregularidade e fortemente vinculada aos horários de aula, além da contribuição da demanda acadêmica, atividades sociais e fatores endógenos. Os alunos que acordam mais cedo apresentam maior irregularidade no padrão de CSV. Quanto mais cedo o horário de aulas pior a qualidade do sono e maior a frequência de estudantes com sonolência diurna excessiva. Os horários de aula e o padrão irregular do CVS não mostraram efeito sob o desempenho cardiorrespiratório dos estudantes de medicina. O desempenho no teste parece ser afetado por outros fatores, que podem ser relacionados ao padrão do CSV ou não. Assim, sugere-se que o início tardio das aulas provoca menor irregularidade no padrão do CSV, porém, observou-se que essa irregularidade e o horário de aula parece não afetar a desempenho cardiorrespiratório diretamente

ASSUNTO(S)

estudantes ciclo sono e vigília função cardiorrespiratória psicobiologia students sleep-wake cycle cardiorespiratory function




Comentários