Watertightness in anti-flotation slabs: MIS-RJ case

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. IBRACON Estrut. Mater.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Tem sido comum em cidades litorâneas, como a do Rio de Janeiro, observar a construção de subsolos em edificações localizadas nas proximidades de orlas marítimas. Na maioria dos casos, a solução de engenharia envolvida nesses projetos é o uso de lajes de subpressão com o objetivo de garantir, principalmente, os aspectos relacionados com o dimensionamento estrutural e hipóteses de cálculo. No entanto, há complexidades significativas quanto à execução desse tipo de solução, no que tange aos aspectos de estanqueidade e durabilidade do concreto armado. Este artigo apresenta um estudo de caso sobre os desafios e as engenhosidades envolvidas para concretagem da laje de subpressão em concreto armado da nova sede do Museu de Imagem e do Som (MIS), com 1m de espessura e volume de 1200m³, situada a 50m da orla marítima, na região de Copacabana, Rio de Janeiro, RJ. Os resultados demonstraram que a composição do concreto, o plano de concretagem e os procedimentos executivos empregados foram decisivos para promover uma estrutura íntegra e com propriedades estanques, dispensando, nesse caso, alternativas tradicionais e convencionais de impermeabilização.It is common in coastal cities as Rio de Janeiro, that buildings located close to the shoreline have their basements below water table level. In most cases, the engineering solution for these buildings is to design a massive anti-flotation slab to satisfy, principally, the issues related to structural dimensioning and calculation hypothesis. On the other hand, the execution of this solution imply in significant construction problems related to reinforced concrete watertightness and durability. This paper presents a case study about challenges and solutions devised to execute an anti-flotation, 1m thick, 1200m³ reinforced concrete slab for the new Museu de Imagem e Som (MIS) - Sound and Image Museum, located at 50m from the seashore, at Copacabana in Rio de Janeiro, RJ. The results show that concrete proportions, concreting plan and pouring method adopted were decisive in obtaining a watertight structure, avoiding thus the employment of traditional waterproofing alternatives.

ASSUNTO(S)

engineering

Documentos Relacionados