Utilização de sensoriamento remoto em análises de albedo e temperatura de superfície em Londrina - PR: contribuições para estudos de ilha de calor urbana

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. bras. meteorol.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Este trabalho avaliou o albedo (αs) e a temperatura de superfície continental (Tsup) provenientes de sensoriamento remoto, e a temperatura do ar (Tar) medida in situ no intuito de caracterizar a Ilha de Calor Urbana (ICU) na cidade de Londrina (Paraná). Foram utilizados dados de αs e Tsup obtidos do sensor MODIS, e medições in situ de Tar realizadas entre junho e agosto de 2011 por sensores meteorológicos instalados em 13 locais na cidade. Os dados de αs e Tsup foram utilizados para calcular um índice de urbanização (IU) na região e posteriormente comparado com Tar. A análise dos dados de αs e Tsup foi consistente com as medições in situ, evidenciando sua aplicabilidade na avaliação espaço-temporal de fenômenos acoplados continente-atmosfera, tais como a ICU. A mancha urbana da cidade de Londrina apresentou valores de IU compreendido entre 18 e 20, bem maiores que as áreas mais vegetadas (14 - 16). Nesse sentido, o IU demonstrou-se ser uma metodologia útil para representar a evolução espaço-temporal de áreas urbanas, o que pode propiciar uma avaliação detalhada do impacto da mudança de cobertura de solo no clima local e regional. Além disso, os resultados indicam que dados obtidos via satélite podem auxiliar grandemente na quantificação da ICU, quando dados in situ estiverem indisponíveis.This study retrieved surface albedo (αs ) and land surface temperature Tsur using remote sensing data in order to provide information for studies of Urban Heat Island (UHI) in the city of Londrina (Paraná). We have used αs and Tsur data from the MODIS sensor, and in situ measurements of near-surface air temperature (Tair) acquired between June and August 2011 at 13 sites across the city area. The albedo and surface temperature data were used to calculate an urbanization index (UI), and further compared with Tair. In general, the data analysis of αs and Tsur was consistent with the in situ measurements, showing its applicability in the assessment of the spatial-temporal features of UHI. The urban area of Londrina showed UI values between 18 and 20, whilst vegetated areas had values between 14 and 16. The values are consistent with other studies, representing a useful methodology to assess the spatial-temporal evolution of urban areas. The index can also provide detailed information to assess the impact of land cover change on local and regional climate. Moreover, the results indicate that satellite data can greatly assist in the quantification of UHI when in situ air temperature data are unavailable.

ASSUNTO(S)

exact and earth sciences

Documentos Relacionados