Urinary lithiasis in civil construction workers as a management indicator for health and improvement in personnel

AUTOR(ES)
FONTE

Ciênc. saúde coletiva

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Informações empíricas fornecidas por profissionais de saúde que atuam no setor de pronto atendimento relatam aumento constante do número de trabalhadores da construção civil que apresentam quadros dolorosos agudos, na sua maioria associados à presença de cálculos no trato urinário. O objetivo deste artigo é avaliar a prevalência de litíase urinária em funcionários da construção civil, buscando identificar indicadores para a gestão em saúde e de pessoas. Método: Estudo observacional realizado com a aplicação de um questionário direcionado. Dos 94 participantes, 18 (19%) eram litiásicos, fato este associado principalmente ao sobrepeso e à reduzida ingestão hídrica. A prevalência observada mostrou-se o do dobro da população em geral. Desta forma, é importante prevenir os riscos desta condição, evitando assim o desconforto do trabalhador, reduzindo os custos do SUS com o tratamento e também os das empresas com o absenteísmo, gerando melhoria na produtividade, beneficiando o empregado pelo desempenho e criando perspectiva na melhoria da qualidade de vida.Introduction: Empirical information provided by health care professionals acting in the first line of care report a constant increase in the number of civil construction workers that present painful acute conditions, in most cases associated with the existence of urinary tract calculi. Aims: Evaluating the prevalence of urinary lithiasis in civil construction workers, as a means to identify indicators for the management of health and personnel. Methods: Observational study based on directed questionnaire. Results: From the 94 participants, 18 (19%) were lithiasic, mostly due to overweight and reduced fluid intake. Conclusion: The observed prevalence appeared to be two times greater than that of the general population. Thus, prevention for such condition gains relevance, in order to avoid discomfort for the worker, and also reduce costs due to absenteeism, improving productivity, benefiting the workers by performance and creating the perspective of an improved quality of life.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados