Urdidura fílmica na trama literária :: os romances de Chico Buarque e as adaptações cinematográficas de "Estorvo" e "Benjamim"

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2008

RESUMO

Os desdobramentos da obra de Chico Buarque evidenciam sua vasta experiência com diversas manifestações artísticas: música, teatro e ficção. Sua obra ficcional exibe um entrelaçamento de diversas mídias, artísticas e não-artísticas, dentre as quais a TV, a fotografia, a música e especialmente o cinema, revelando uma linguagem fortemente cinematográfica. Este estudo analisa aspectos recorrentes nos romances Estorvo, Benjamim e Budapeste, tais como a relação com outras artes (em especial o cinema) e a questão do duplo, articulada à errância dos personagens e, principalmente, ao elemento estrangeiro. A configuração do estrangeiro, nesses romances, apresenta-se em três sentidos: aquele que está fora de sua pátria, a condição errante dos personagens e a sua inadequação ao mundo. São analisadas também as adaptações cinematográficas de Estorvo, de Ruy Guerra, e Benjamim, de Monique Gardenberg, entendidas como hipertextos que transformam o texto buarqueano, através de operações de recortes, acréscimos, supressões e deslocamentos, dentre outras

ASSUNTO(S)

literatura teses. sistemas de hipertexto teses adaptações para o cinema teses. buarque, chico, 1944- estorvo critica e interpretação teses. buarque, chico, 1944- benjamim critica e interpretação teses. ficção brasileira séc. xx adaptações para cinema e vídeo teses. linguagem cinematográfica teses. estrangeiros na literatura teses. gardenberg, monique benjamim adaptações para cinema e vídeo teses. cinema e literatura teses. intermidialidade teses. guerra, ruy, 1931- estorvo adaptações para cinema e vídeo teses. tradução fílmica teses.




Comentários