Urban partnerships in low-carbon development: opportunities and challenges of an emerging trend in global climate politics

AUTOR(ES)
FONTE

urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-08

RESUMO

Este estudo explora as relações entre duas tendências recentes em governança climática global. A primeira delas se refere à crescente atenção concedida às cidades na governança multinível das mudanças climáticas. Enquanto as negociações internacionais de mudanças climáticas geralmente terminam em impasses, muitos centros urbanos ao redor do mundo estão se destacando. Cidades industrializadas do hemisfério norte bem como um número crescente de cidades de economias emergentes do hemisfério sul estão experimentando reduções de sua pegada local de carbono por meio de programas inovadores e ambiciosos. Uma segunda tendência é a crescente cooperação norte-sul na área de desenvolvimento de baixo carbono. Essas cooperações se estruturam sob diversas formas, tal como cidades irmãs, redes transnacionais de municípios e cooperação para o desenvolvimento translocal. São objetivos centrais dessas iniciativas o desenvolvimento conjunto de projetos e trocas de conhecimento com vistas a fomentar alternativas de desenvolvimento de baixo carbono. Este estudo analisa as condições de sucesso e fracasso em determinadas parcerias de baixo carbono entre Alemanha e Índia, focando particularmente nos arranjos institucionais. Com base em evidências de três iniciativas, advoga-se que uma cooperação translocal bem-sucedida depende em grande parte da relação entre os formatos institucionais e o desenvolvimento de capital social. A partir desses resultados, o artigo discute quais lições podem ser aprendidas da emergente cooperação norte-sul para o futuro desenvolvimento da governança climática global.This study explores the linkages between two recent trends in global climate governance. The first trend is the growing focus on cities in the multi-level governance of climate change. Whereas international climate change negotiations often end in deadlock, many urban centers across the world are taking the lead. Industrialized cities from the Global North and increasingly cities from the emerging Southern economies are experimenting with innovative and ambitious programs to reduce their local carbon footprints. A second trend is the expanding urban North-South cooperation in the area of low-carbon development. This cooperation takes various forms, such as city twinning, transnational municipal networks and trans-local development cooperation. A key target of these initiatives is to develop joint projects and exchange knowledge to foster low-carbon development pathways. This study analyzes the conditions of success and failure in selected Indo-German urban low-carbon partnerships with a particular focus on institutional arrangements. The paper presents evidence from three initiatives and argues that successful trans-local cooperation depends largely on the interplay between institutional forms and the development of social capital. Building on these findings, the paper discusses what lessons may be drawn from the emergence of urban North-South cooperation for the future development of global climate governance.

ASSUNTO(S)

applied social sciences

Documentos Relacionados