UN Security Council decision-making: testing the bribery hypothesis

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. bras. polít. int.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

As expectativas do Institucionalismo Liberal e do Realismo Estrutural sobre as organizações internacionais são confrontadas observando-se se e como é prestada a assistência internacional controlada pelos EUA, e particularmente se esta está relacionada ou não a afinidades políticas e à condição de membro não permanente do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (CSONU). Uma avaliação preliminar sugere que essas relações só perduram durante o período da Guerra Fria, e, mesmo então, somente quando a condição de membro não permanente do CSONU ocorre em anos em que o Conselho de Segurança era considerado muito importante.Liberal-Institutionalism and Structural Realism expectations about international organizations are confronted by looking at if and how US-controlled international aid is granted, and particularly if it is related or not to political affinity and to United Nations Security Council (UNSC) non-permanent membership. A preliminary assessment suggests that these relations only hold for the period of the Cold War, and, even then, only when UNSC non-permanent membership is in years in which the Security Council was deemed very important.

ASSUNTO(S)

human sciences

Documentos Relacionados