Um olhar para a formação de professores de educação bilingue em Moçambique : foco na construção de posicionamentos a partir do lócus de enunciação e actuação / A view at teacher training in bilingual education in Mozambique : focus on building positioning from the locus of enunciation and actuation

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2012

RESUMO

O presente estudo é o resultado de uma pesquisa qualitativa, com um viés etnográfico interpretativo (ERICKSON, 1982; MASON, 1997), situada na Linguística Aplicada em sua vertente INdisciplinar (MOITA LOPES, 2006) e transgressiva (PENNYCOOK, 2006), com atenção particular em contextos de minorias (MAHER 1997, 2006) ou minoritarizados (CAVALCANTI, 1999, 2006), bem como no contexto sociolinguístico moçambicano (LOPES 2004). A pesquisa focaliza os posicionamentos dos formandos do II Curso da Licenciatura em "Ensino de Línguas Bantu" da Universidade Eduardo Mondlane, em Moçambique e nos Institutos de Formação de Professores, com base nas disciplinas de "Didáctica de Ensino de Línguas Bantu e Metodologias de Educação bilingue" e "Estágio". O trabalho busca sustentação teórica nos Estudos Culturais (BHABHA, 1994; CAVALCANTI, 2007, 2011; HALL, 1992, 1999; MAHER, 1998, 2007; WOODWARD, 2009; SILVA, 2009) e Estudos Poscoloniais (APIAH, 1997; BHABHA, 1994; CAVALCANTI, 2007, 2011; LOOMBA, 1998; MENEZES DE SOUZA, 2004; SOUSA SANTOS, 2004). No concernente ao posicionamento, a tese sustenta-se em teorias sobre o posicionamento interaccional (MOITA LOPES, 2009; WORTHAM, 2001) e posicionamentos marcados como ideológicos (BORBA, 2011; MOITA LOPES, 2009). Neste estudo opero numa visão de linguagem dialógica e discursiva e no reconhecimento do bilinguismo e educação bilingue (CAVALCANTI, 1999, 2011; GARCIA, 2009; MAHER, 1998, 2006; ROMAINE, 1995) e, ainda, do letramento/literacia e e-letramento/e-literacia como práticas sociais específicas (BARTON, 2006; CAVALCANTI, 2001; FREIRE, 2002; HORNBERGER, 2003; MARTIN-JONES, 2010; STREET, 1984, 2003). Tendo os Fóruns de Discussão em ambiente virtual como foco principal da análise procedi à investigação dos posicionamentos dos participantes em seu processo de formação, visando responder a questão norteadora do estudo: "Como os participantes da pesquisa se posicionam interaccionalmente no processo pedagógico de sua formação como formadores de professores de educação bilingue?" Para isso foram escolhidos, para a análise, os seguintes temas vistos como importantes na sua formação: (a) bilinguismo e educação bilingue, (b) cultura, identidade, diferença e (c) pragmatismo profissional. Os resultados mostram que, na transição entre as aulas presenciais, o ambiente virtual e o estágio pedagógico, os participantes da pesquisa, especialmente os alunos, transitam entre posicionamentos críticos ou de aceitação, ideologicamente marcados como étnicos/linguísticos/culturais ou marcados como unidade nacional, na maioria das vezes, relacionados ao contexto moçambicano e indo além do contexto educacional. Assim, no que se refere a bilinguismo e educação bilingue há questionamento sobre hipóteses de ensino em contexto bilingue, principalmente, em relação a conceitos tais como bilinguismo equilibrado e semilinguismo, políticas linguísticas e direitos linguísticos. Quanto a cultura, identidade e diferença há tensões críticas pessoais, interétnicas e institucionais fortemente colocadas. No concernente a profissionalização há uma busca de espaço de trabalho legitimado por políticas linguísticas favoráveis às línguas Bantu e à educação bilingue.

ASSUNTO(S)

posicionamento (linguística) professores de lingua - formação educação bilíngue - moçambique linguas bantu positioning (linguistics) language teachers bilingual education bantu languages

Documentos Relacionados