Um modelo de controle formal para o gerenciamento de riscos de projeto de software

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

21/05/2012

RESUMO

Este trabalho de pesquisa propõe o projeto e desenvolvimento de um Modelo de Controle Formal (MCF) que propicie gerenciar riscos de projeto de software. Visa prover ao Gestor de Projetos, um mecanismo para identificar e controlar riscos que possam impactar negativamente nos objetivos do projeto, facilitando a tomada de decisão. O MCF desenvolvido contempla as Práticas Específicas (Specific Practices - SPs) do Modelo Integrado de Maturidade e de Capacidade para Desenvolvimento (Capability Maturity Model Integration for Development - CMMI-DEV) que abordam riscos de projeto de software. Foram identificados nove processos para representar os elementos contidos no MCF. Os processos definidos foram modelados utilizando uma Rede de Petri Colorida (Coloured Petri Net - CPN) e representaram a visão sistêmica deste trabalho de pesquisa. A ferramenta matemática e gráfica adotada permitiu um rastreamento minucioso e não ambíguo de cada etapa do sistema modelado. Elaborou-se um Instrumento de Inspeção que reuniu os elementos principais dos processos definidos no MCF, atuando como a visão semântica da Gestão de Riscos. O Instrumento de Inspeção foi mapeado para um protótipo de ferramenta denominada Risk Management Environment (RIMAE), tendo em vista os aspectos relacionados ao armazenamento, consulta, e interface com a organização no qual o estudo de caso foi realizado. O MCF foi aplicado em um projeto real, denominado Sistema de Navegação em Ambiente Linux (SINAL). Entre outras vantagens observadas neste trabalho de pesquisa, o uso do MCF fornece conhecimento pró-ativo e uma visão holística dos riscos para todos stakeholders envolvidos.

ASSUNTO(S)

sistemas de apoio à decisão redes de petri projeto de sistemas de computadores sistemas de informação de gerência gerenciamento de riscos modelo de capacidade e maturidade engenharia de software

Documentos Relacionados