The adaptation problems of patients undergoing hemodialysis: socio-economic and clinical aspects

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Latino-Am. Enfermagem

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

OBJETIVOS: identificar os problemas adaptativos de Roy em pacientes submetidos a hemodiálise e correlacioná-los aos aspectos socioeconômicos e clínicos. MÉTODO: estudo transversal, realizado através de um formulário. A amostra foi de 178 indivíduos. Efetuaram-se os testes qui-quadrado e U de Mann-Whitney. RESULTADOS: os problemas adaptativos e os aspectos socioeconômicos e clínicos que apresentaram associações estatísticas foram: hipercalemia e idade; edema e renda; deficiência de um sentido primário: tátil e renda; falha no papel e idade; disfunção sexual e estado civil e sexo; deficiência de um sentido primário: visão e anos de estudo; intolerância à atividade e anos de estudo; dor crônica e sexo e anos de estudo; integridade da pele prejudicada e idade; hipocalcemia e acesso; potencial para lesão e idade e anos de estudo; nutrição menor que as necessidades do organismo e idade; deficiência de um sentido primário: audição e sexo e avaliação cinética da ureia; mobilidade andar e/ou coordenação restritas e meses de hemodiálise e perda de habilidade de autocuidado e meses de hemodiálise e meses de doença. CONCLUSÃO: problemas adaptativos da clientela hemodialítica podem sofrer influências de dados socioeconômicos/clínicos. Tais achados contribuem para o desenvolvimento da profissão, proporcionando reflexão por parte do enfermeiro acerca do cuidado. OBJECTIVES: to identify adaptation problems under Roy's Model in patients undergoing hemodialysis and to correlate them with the socioeconomic and clinical aspects. METHOD: a transversal study, undertaken using a questionnaire. The sample was made up of 178 individuals. The Chi-squared and Mann-Whitney U tests were undertaken. RESULTS: the adaptation problems and the socioeconomic and clinical aspects which presented statistical associations were: Hyperkalemia and age; Edema and income; Impairment of a primary sense: touch and income; Role failure and age; Sexual dysfunction and marital status and sex; Impairment of a primary sense: vision and years of education; Intolerance to activity and years of education; Chronic pain and sex and years of education; Impaired skin integrity and age: Hypocalcemia and access; Potential for injury and age and years of education; Nutrition below the organism's requirements and age; Impairment of a primary sense: hearing and sex and kinetic evaluation of urea; Mobility in gait and/or coordination restricted, and months of hemodialysis; and, Loss of ability for self-care, and months of hemodialysis and months of illness. CONCLUSION: adaptation problems in the clientele undergoing hemodialysis can be influenced by socioeconomic/clinical data. These findings contribute to the development of the profession, fostering the nurse's reflection regarding the care.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados