Terapêutica experimental com células mononucleares da medula óssea em modelo animal de enfisema pulmonar. / Experimental therapy with bone marrow mononuclear cells in animal model of pulmonary emphysema.

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

10/10/2011

RESUMO

O enfisema pulmonar define-se como a destruição das paredes alveolares e consequente dispneia progressiva. Este trabalho objetivou a adequação de um modelo de transplante celular in vivo de BMMC em camundongos com enfisema pulmonar. O enfisema foi induzido por instilação nasal de elastase (4 UI por animal). O diâmetro alveolar médio para os grupos não tratados e tratados com elastase apresentou diferença estatisticamente significativa, e mudanças no padrão de expressão de metaloproteinases envolvidas no processo inflamatório foram detectadas, indicando que a instilação de uma dose de elastase promove lesão semelhante ao enfisema pulmonar. Infundiu-se 0,4ml de BMMC (7x106 céls./ml) nestes animais. No grupo tratado com células, detectou-se mudanças morfométricas e no padrão de expressão de metaloproteinases, indicando melhora na evolução da lesão pulmonar 21 dias após a infusão. Foram ainda avaliadas duas e três doses do pool de BMMC, porém os resultados das análises mostraram que não há diferenças entre estre grupos e os grupos controle.

ASSUNTO(S)

animal models bone marrow cells células da medula óssea células mononucleares células tronco enfisema pulmonar animal lung modelos animais mononuclear cells pulmão pulmonary emphysema animal stem cells

Documentos Relacionados