Sujeitos, políticas e educação ambiental na gestão de resíduos sólidos

AUTOR(ES)
FONTE

Educ. Real.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-06

RESUMO

As análises que apresentamos aqui se configuram na articulação com os debates sobre a sustentabilidade do modelo de produção e consumo que temos gerado, problematizando políticas e práticas educativas gestadas na constituição e funcionamento das atividades de coleta seletiva e reciclagem. Procuramos, neste ínterim, abordar relações, tomadas de posição e contradições que constituem os aparatos públicos de reciclagem, considerando as narrativas dos principais sujeitos atuantes: catadores, intermediários da comercialização e gestores públicos. Assim, analisamos as práticas em educação ambiental promovidas, esboçando algumas críticas ao que nos parece sua atual ênfase na normatização de condutas.The analyses presented in this research represent the result of discussions about sustainability of the production and consume model we have created, highlighting the issues regarding educational practices and policies engendered by the constitution and procedures of the activities of selective collection and recycling. In this study, then, the position-taking and the contradictions that comprise the public means of recycling were sought to be analyzed by considering the reports of the main subjects involved in this process, namely, trash pickers, commercial intermediaries and public administrators. Therefore, the praxis in environmental education was approached by criticizing what seems to be the current emphasis regarding behavioural normatizations.

ASSUNTO(S)

human sciences




Comentários