Sobrecarga de familiares cuidadores de pacientes psiquiátricos: relação com assertividade

AUTOR(ES)
FONTE

Psico-USF

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Foi avaliada a sobrecarga de familiares cuidadores de pacientes psiquiátricos e sua relação com as habilidades sociais e assertividade. Participaram 53 familiares, atendidos em um CAPS tipo I. Utilizou-se a Escala de Sobrecarga BI, o Inventário de Habilidades Sociais IHS-Del-Prette, a Escala de Assertividade RAS e um Questionário Sociodemográfico e Clínico. Os resultados mostraram que os familiares com maior grau de inibição e timidez (RAS) apresentaram escores significativamente mais elevados de sobrecarga. A análise de regressão múltipla mostrou que a timidez foi o principal fator preditivo da sobrecarga. Não foi encontrada relação da sobrecarga com os escores do IHS-Del-Prette. Os dados apontam para a necessidade de implementar ações psicoeducacionais nos serviços de saúde mental, envolvendo o treinamento de assertividade dos familiares cuidadores, contribuindo, assim, para um melhor relacionamento com os pacientes e uma busca mais eficiente de suporte social, para o desempenho do papel de cuidador com menor sobrecarga.This research evaluated the family caregivers' burden regarding the care of psychiatric patients and its relation to social skills and assertiveness. The sample was composed of 53 family caregivers of patients who were treated in a community mental health service (CAPS type I). They were interviewed with the application of the Burden Scale BI, the Social Skills Inventory IHS-Del-Prette, the Assertiveness Scale RAS, and a Sociodemographic and Clinical Questionnaire. Results showed that family caregivers presenting higher degree of inhibition and shyness (RAS) had significantly higher burden scores. Multiple regression analysis showed that shyness was the main predictive factor for burden. No relation was found between burden and IHS-Del-Prette scores. Data indicated the need to implement psychoeducational programs in mental health services in order to increase caregivers' assertive behavior, so that they could develop a better relationship with patients and a more efficient search for social support, contributing to decrease burden.

ASSUNTO(S)

human sciences

Documentos Relacionados