Smartphones and Location Awareness in Brazil: Users’ Reactions

AUTOR(ES)
FONTE

Paidéia (Ribeirão Preto)

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/03/2014

RESUMO

Este estudo teve o objetivo geral obter informações detalhadas sobre a maneira como brasileiros estão usando os diversos recursos de seus smartphones. Seu interesse específico foi entender como os usuários reagem à novidade da geolocalização presente em redes sociais locativas (RSLs) e como com ela lidam. Foi realizada uma pesquisa qualitativa guiada pelo Método de Explicitação do Discurso Subjacente (MEDS). Quinze usuários assíduos de tecnologias digitais, com idades entre 23 e 38 anos, foram recrutados no Rio de Janeiro e em São Paulo. Todos participaram de entrevistas individuais com perguntas abertas. Os resultados revelaram que o compartilhamento da própria localização reforçava medos preexistentes relacionados à violência e à criminalidade. Os participantes sabiam que criminosos podem ter acesso a estas tecnologias e, para proteger sua segurança, a maioria evitava divulgar sua localização. Os medos por eles mencionados têm raízes na realidade violenta em que vivem.The general objective of this study was to gain detailed information on how Brazilians are using the many features of their smartphones according to their own accounts. Among these features, of particular interest were the ways in which they react to and deal with the novelty presented by location awareness, especially in LBSN applications. A qualitative research guided by the Underlying Discourse Unveiling Method (UDUM) was carried out. Fifteen knowledgeable users of digital technologies aged between 23 and 38 were recruited in Rio de Janeiro and São Paulo. Open-ended-question interviews were conducted with each. Results revealed that location-sharing reinforced their pre-existing fears related to violence and criminality. They knew that criminals may have access to these technologies. Therefore, in order to protect their personal safety most participants avoided location-disclosure. The fears mentioned by them are embedded in the violent context they live in.

ASSUNTO(S)

human sciences

Documentos Relacionados