Retalhos de rotação para cobertura após artroplastia total de joelho

AUTOR(ES)
FONTE

Acta ortop. bras.

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/07/2013

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar os resultados obtidos com o uso de retalhos miocutâneos de rotação local nos casos de deiscência da ferida operatória após artroplastia total de joelho. MÉTODOS: Os pacientes submetidos a esse procedimentos cirúrgicos foram selecionados no período de 2000 a 2012. Os nove casos selecionados neste período foram submetido a retalhos de cobertura devido a deiscência de pele associada a infecção. Em oito casos utilizamos retalhos de rotação local do gastrocnêmio medial e um caso de avanço de pele. RESULTADOS: Em 89% destes casos houve sucesso quanto à cobertura da prótese e viabilidade dos retalhos. Em quatro casos foi possível manter ou revisar a prótese. Outros quatro casos evoluíram com necessidade de amputação por falha no tratamento infeccioso e um caso permaneceu sem a prótese. A avaliação funcional mostrou um resultado insatisfatório em 89% desses casos. CONCLUSÃO: Os retalhos de cobertura são uma boa opção para o tratamento dos casos de deiscência com exposição da prótese e que o insucesso funcional esteve associado à falha no controle do quadro infeccioso e aos danos causados por este. Nível de Evidência IV, Série de Casos.OBJECTIVE: To evaluate the results obtained using local rotation myocutaneous flaps in cases of wound dehiscence after total knee arthroplasty. METHODS: Patients undergoing these surgical procedures were selected in the period 2000-2012. The nine selected cases in this period were subjected to flap coverage due to skin dehiscence associated with infection. In eight cases we used rotation flaps of the medial gastrocnemius and in one case, we used advancing skin. RESULTS: 89% of the cases were successful in the coverage of the prosthesis and the viability of the flaps. In four cases it was possible to maintain or review the prosthesis. Four other cases progressed to amputation for infectious treatment failure and a case remained without the prosthesis. The functional evaluation showed an unsatisfactory outcome in 89% of cases. CONCLUSION: Coverage flaps are a good option for the treatment of cases of dehiscence with exposure of the prosthesis and the functional failure was associated with the inability to control the infection and the damage caused by this. Level of Evidence IV, Case Series.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados