Religiosidade e qualidade de vida de pacientes com insuficiência renal crônica em hemodiálise

AUTOR(ES)
FONTE

Saúde debate

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2014

RESUMO

Objetivou-se avaliar a correlação entre a atitude religiosa e a Qualidade de Vida (QV) de 100 pacientes com insuficiência renal crônica em um serviço de hemodiálise. Utilizou-se como método de coleta de dados o formulário WHOQOL-Abreviado e Escala de Atitude Religiosa. Nas análises, o componente 1 da Escala de Atitude Religiosa se correlacionou com o domínio psicológico do WHOQOL-Abreviado (r = 0,21, p<0,05); o componente 2, com o nível de independência de QV (r = 0,28, p< 0,01); o componente 3, com o nível de independência (r=0,22, p<0,05), com o domínio relações sociais (r =0,22, p<0,05); e a satisfação com a QV, com o componente de religiosidade 2 (r = 0,22 , p<0,05). Assim, conclui-se que a religiosidade é uma fonte de conforto e esperança para os pacientes, promovendo bem-estar geral.The study aimed to evaluate the correlation between religious attitude and quality of life (QOL) of 100 chronic renal failure patients under hemodialysis treatment. Data collection applied the questionnaires Socio-Demographic Data Form WHOQOL-Abbreviated Scale and the Religious Attitude Scale. The analyses revealed that component 1 of Religious Attitude Scale showed a correlation with the psychological domain of the WHOQOL-short (r=0.21, p<0.05); component 2 correlated with QOL level of independence (r=0.28 , p<0.01); component 3 correlated with the level of independence (r=0.22, p<0.05) and with the social relationships domain (r=0.22, p <0.05); satisfaction with QOL correlated with religiosity 2 (r=0.22, p<0.05) component. Thus, one may conclude that religiosity is a source of comfort and hope to patients, providing overall well-being.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados