Prevalência de desordens temporomandibulares em indivíduos desdentados reabilitados com próteses totais convencionais

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. odontol. UNESP

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/03/2014

RESUMO

Introdução: Apesar do desenvolvimento da Odontologia Preventiva durante as últimas décadas e do advento dos implantes osseointegrados, ainda é possível encontrar indivíduos que necessitam de reabilitação com prótese total convencional. Independentemente da causa do edentulismo, desordens temporomandibulares (DTMs) podem acometer pacientes desdentados totais, portadores ou não de próteses. As Desordens Temporomandibulares podem ser definidas como um conjunto de condições dolorosas e/ou disfuncionais, que envolvem os músculos da mastigação e/ou as articulações temporomandibulares (ATMs). Objetivo: Avaliar e investigar a prevalência de DTM em indivíduos desdentados totais, de acordo com as variáveis clínicas propostas pelo método utilizado. Metodologia: A amostra da pesquisa foi constituída por 25 indivíduos desdentados totais, que foram submetidos a tratamento reabilitador com prótese total convencional dupla na Disciplina de Prótese Total. O exame seguiu o Research Diagnostic Criteria (RDC), utilizado para diagnóstico de DTM. Resultado: Dos 25 pacientes examinados, apenas um (4%) apresentou diagnóstico referente à dor miofacial. Em relação ao deslocamento de disco, o tempo de edentulismo (p=0,077) e o tempo de uso da prótese atual (p=0,077) apresentaram significância estatística, ambos apresentando cinco indivíduos com deslocamento de disco. Quanto às alterações degenerativas e/ou álgicas da ATM, o tempo de edentulismo (p=0,012) e o tempo de uso da prótese atual (p=0,012) também apresentaram resultados significativos. Conclusão: Quanto ao deslocamento de disco e às alterações degenerativas das ATMs, apenas o tempo de edentulismo e o tempo de uso das próteses atuais foram variáveis clínicas estatisticamente significativas. Introdution: Even with the development of preventive dentistry during the last decades and the advent of dental implants, it is still possible to find patients who need rehabilitation with conventional full denture. Whatever the cause of edentulism, TMD can affect edentulous patients, with and without prostheses. The Temporomandibular Disorders can be defined as a set of painful and/or dysfunctional involving the masticatory muscles and/or temporomandibular joints. Objective: The aim of this study is to evaluate and investigate the prevalence of temporomandibular disorders in edentulous subjects, and correlate them with the clinical findings. Methodology: The research sample consisted of 25 edentulous subjects, who underwent rehabilitation treatment with conventional full denture dual discipline Prosthesis Total. The examination followed the RDC (Research Diagnostic Criteria), used for diagnosis of TMD. Result: Of the 25 patients examined, only 1 (4%) had a diagnosis related to myofascial pain. Regarding disc displacement, time of edentulism (p=0,077) and time of use of the prothesis current (p=0,077) were statistically significant, both with 5 subjects with disc displacement. As for degenerative changes and/or painful TMJ, time of edentulism (p=0,012) and time of use of the prothesis current (p=0,012) showed also significant results. Conclusion: Regarding disc displacement and degenerative changes, only the time of edentulism and time of use of denture current were clinical findings statistically significant.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados