Predição de peso ao nascimento pela medida do volume de membros fetais por meio da ultrassonografia tridimensional. / Birth weight prediction by fetal limbs volume measurement with use of three-dimensional ultrasonography

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

25/03/2009

RESUMO

Objetivos: determinar uma fórmula para predição de peso fetal ao nascimento por meio da ultrassonografia tridimensional (US3D), com base no volume do braço e da coxa; comparar estas fórmulas com as fórmulas de Hadlock e Shepard; testar a reprodutibilidade do método. Pacientes e método: foi realizado um estudo tipo transversal envolvendo de 81 gestações únicas de fetos vivos, sem sinais de aneuploidia ou malformações estruturais, dentro de 48 horas antes do nascimento. Depois de medidos o DBP, CC, CA e F, o volume do braço (VolBra) e da coxa (VolCox) eram aferidos por meio da US3D, utilizando o modo multiplanar a intervalos de 5 mm. Estes dados foram submetidos à análise de regressão linear e polinomial para determinação da melhor fórmula para predizer o peso fetal com base no VolBra e VolCox. Os erros obtidos com essas fórmulas foram comparados com os obtidos com as fórmulas de Shepard e Hadlock por meio de ANOVA. Para testar a reprodutibilidade do método foram calculados os coeficientes de correlação intraclasse. Foi adotado nível de significância de 5 %. Resultados: A fórmula que utiliza o VolBra é linear simples (Peso = 803,91+39,89 VolBra) e o VolCox, polinomial de segundo grau (Peso=32,37VolCox0,06 VolCox). Foi determinada uma terceira fórmula utilizando os dois parâmetros (Peso=792,87+22,81VolBra+7,54VolCox). O erro, erro absoluto, erro percentual e erro percentual absoluto da fórmula que utiliza o VolBra foram 0 g, 0,5%, 163,4 g e 5,4%; o VolCox, -0,99 g, 0,3%, 155,5 g, e 5,2%; e o VolBra e VolCox, 0 g, - 0,4%, 138,4 e 4,6%. Quando comparados com as fórmulas de Hadlock e Shepard, a fórmula que utiliza o VolBra e a que utiliza o VolCox obtiveram erros menores, embora somente o erro absoluto e percentual absoluto foram estatisticamente significativos relação à de Shepard. A fórmula com os 02 parâmetros também obteve menores erros, mas somente o erro, erro percentual e percentual absoluto foram estatisticamente significativos, também em relação à de Shepard. As medidas do VolBra e do VolCox mostraram-se altamente reprodutíveis, com coeficientes de correlação intraobservador 0,98 e 0,99; e interobservador 0,96 e 0,97, respectivamente. Conclusões: foram determinadas três fórmulas para predição de peso com base no VolBra e VolCox; estas obtiveram erros menores que as fórmulas de Shepard e Hadlock, embora somente em relação à primeira, alguns tipos de erros foram significativos; as medidas do VolBra e do VolCox foram altamente reprodutíveis.

ASSUNTO(S)

peso fetal ultrassonografia pré-natal imagem tridimensional ginecologia e obstetricia

Documentos Relacionados