Prática de cultivo e uso de plantas domésticas em diferentes cidades brasileiras

AUTOR(ES)
FONTE

Cienc. Rural

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-10

RESUMO

O cultivo de plantas tem uma relação com o homem desde as primeiras organizações humanas. O uso de plantas em quintais é uma tradição que tem passado de geração a geração em determinadas localidades. O objetivo deste trabalho foi levantar a ocorrência de quintais domésticos em diferentes cidades de três estados brasileiros, além de conhecer uso das plantas cultivadas para fins alimentícios, medicinais e ornamentais. Este estudo foi realizado nas cidades de três estados brasileiros: Mato Grosso (Cuiabá e Cáceres); Sergipe (Aracajú e Lagarto) e Paraná (Curitiba e Campo Mourão), localizados em diferentes regiões do país (Centro Oeste, Nordeste e Sul; respectivamente). Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com moradores das capitais e cidades interioranas. Os dados foram avaliados quanto ao conhecimento popular em relação ao uso das plantas pelas populações, bem como as estruturas vegetais utilizadas. A maior parte dos entrevistados possuía quintais com plantas cultivadas. Foi observado um maior cultivo e uso de plantas alimentícias pelos entrevistados. As pessoas das cidades interioranas apresentaram maior hábito de cultivar plantas quando comparadas às pessoas residentes nas capitais dos estados. Dentre os órgãos da planta mais citados, a folha se destacou na maioria dos entrevistados. Assim, conclui-se que há prática de cultivo de plantas nos municípios estudados, entretanto, o uso varia de uma região para outraThere is a relationship between cultivation of plants and mankind since the earliest human organizations. The use of plants in home gardens is a tradition that has been passed down from generation to generation in certain localities. The aim of this research was to verify the occurrence of home gardens in different cities of three Brazilian states, besides knowing the use of cultivated plants for feed, medicinal and ornamental purposes. This study was carried out in cities of three Brazilian states: Mato Grosso (Cuiabá and Cáceres), Sergipe (Aracaju and Lagarto) and Paraná (Curitiba and Campo Mourão) located in different regions of the country (Midwestern, Northeastern and Southern). Semi-structured interview were performed with residents of the state capital and countryside. Data were evaluated for popular knowledge regarding the use of plants and plant structure. Most interviewers have gardens with plants. Greater cultivation and use of food plants was observed by the interviewees, with the exception of Aracaju city. Residents in countryside had higher habit to cultivate plants when compared to people residing in the state capitals. Among the plant organs most cited the leaf stood out. Thus, it is concluded that there is a great practice of cultivating plants in the studied cities, however the use of plants varies from one region to another

ASSUNTO(S)

agricultural sciences

Documentos Relacionados