Políticas de saúde para o controle do tabagismo na América Latina e Caribe: uma revisão integrativa

AUTOR(ES)
FONTE

Ciênc. saúde coletiva

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/01/2014

RESUMO

O hábito de fumar preocupa cada vez mais, os governos, as autoridades de saúde e a sociedade como um todo, por ser uma droga lícita, causar dependência e levar a sérios danos à saúde. O tabagismo causa cerca de 5,4 milhões óbito/ano no mundo, sendo o segundo fator de risco para óbitos. Buscamos identificar como as políticas podem contribuir para a cessação do tabagismo no âmbito da América Latina e Caribe. Realizou-se uma revisão integrativa, na Bireme, utilizando-se o Lilacs. Obteve-se 16 artigos, selecionados pelos critérios de inclusão e exclusão. Foram comparados e agrupados por similaridade de conteúdos e divididos em 04 grupos: espaços livres de fumo, convenção quadro, políticas locais brasileiras e outros. Poucos dados sobre o tabagismo na América Latina e Caribe estão disponíveis, principalmente no que tange a avaliação das políticas implantadas. Destacou-se às políticas de espaço livres de fumo (05 artigos), a Convenção Quadro de Controle do Tabagismo (04 artigos) e artigos que retratam políticas brasileiras de enfretamento ao tabagismo (03 artigos).The habit of smoking is an increasing concern for governments, health authorities and society as a whole, as it is a legal drug, which is addictive and leads to serious damage to health. Cigarette smoking causes about 5.4 million deaths/year worldwide and is the second major risk factor for deaths. An attempt is made to identify how policies can contribute to the eradication of smoking in Latin America and the Caribbean. An integrative review was conducted at BIREME using LILACS, and 16 articles were selected using inclusion and exclusion criteria. The articles were compared and grouped according to similarity of content and divided into 4 groups: smoke-free spaces, Framework-Convention, local Brazilian policies and others. Little data about smoking in Latin America and the Caribbean is available, mainly with respect to the evaluation of policies deployed. Policies for smoke-free spaces were emphasized (5 articles), as well as the Framework-Convention on tobacco control (4 articles) and articles that portray Brazilian policies for tackling smoking (3 articles).

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados