Perspectivas psicossociais para o estudo do cotidiano de trabalho

AUTOR(ES)
FONTE

Psicol. USP

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/03/2014

RESUMO

Este estudo teve por objetivo analisar o debate e o aprofundamento teórico e metodológico desenvolvido nos estudos sobre a vida cotidiana no trabalho. A investigação partiu do diálogo interdisciplinar entre a antropologia do trabalho, a ergologia e a psicologia social do trabalho e sistematizou as contribuições mútuas entre esses campos científicos, suas aproximações e seus afastamentos da tematização e da apropriação da atividade humana no trabalho sob a perspectiva do cotidiano. A análise comparativa destacou eixos que diferenciam as formas de aproximação ao objeto, que se referem às relações estabelecidas entre saberes práticos e técnico-científicos e aos modos de intervenção sobre as situações de trabalho. As abordagens comparativas compartilham o interesse em conhecer o trabalho real, o valor conferido aos conhecimentos dos trabalhadores e a sensibilidade às dimensões micropolíticas do cotidiano. Conclui-se que a localização em cada um desses eixos depende da maior ou menor filiação às tradições da antropologia ou da ergonomia.This study aimed to analyze the debate and the theoretical and methodological deepening of studies on daily life work. The investigation started from the interdisciplinary dialogue among anthropology of work, ergology, and social psychology of work and it systematized the mutual contributions among these scientific fields, their approximations and their departures from the thematization and appropriation of human activity at work from the perspective of daily life. The comparative analysis highlighted axes which differentiate the ways for approaching the object, that refer to the relations established between practical and technical-scientific kinds of knowledge and the modes of intervening on work situations. Comparative approaches share the interest in knowing the real work, the value attributed to workers' knowledge and sensitivity to the micropolitical dimensions of daily life. One concludes that the location in each of these axes depends on the greater or lesser affiliation to the traditions of anthropology or ergonomics.

ASSUNTO(S)

human sciences

Documentos Relacionados