Os exercicios nos livros didáticos de geografia no Brasil: Mudanças e permanêncis (1880-1930)

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/08/2012

RESUMO

A presente dissertação analisa o surgimento e as transformações dos exercícios nos livros didáticos de Geografia publicados no Brasil. A pesquisa analisou as mudanças e permanências no ensino da Geografia escolar a partir dos exercícios que compõem os livros didáticos do Ensino Secundário dessa disciplina no período entre 1880 até a década de 1930. A primeira data corresponde ao período de crença no progresso da sociedade brasileira, expresso numa ruptura metodológica e epistemológica no campo do ensino, que, antecede a Proclamação da República no Brasil, a partir das reformas pedagógicas que propunham renovações dos métodos, por um saber mais prático, que se apoiava nos elementos pedagógicos ofertados pela execução dos exercícios e a última a organização de um novo projeto educacional, marcado pela institucionalização de uma orientação francesa na Geografia escolar, em que Carlos Miguel Delgado de Carvalho e Raja Gabaglia propõem mudanças que rompem com a abordagem metodológica tradicional da época. O estudo tomou por base os exercícios presentes nos livros didáticos destinados ao Ensino Secundário a partir da análise das obras: Methodologia do ensino geográfico, de Delgado de Carvalho (1925) e Práticas de Geographia, de Raja Gabaglia, publicado na década de 20 do século XX. Procuramos compreender a influência de determinados saberes metodológicos no processo de inserção dos exercícios nesses manuais, bem como a forma como os exercícios expressam tais saberes nos livros didáticos da época. Nessa perspectiva, o estudo pauta-se em uma reflexão histórica sobre as metodologias aplicadas ao ensino da Geografia escolar e, busca compreender o papel do livro didático para a disciplina. Em nossas análises buscamos entender quais as intenções e os interesses pedagógicos que estavam refletidos na elaboração dos exercícios. Para fazer essa discussão, partimos de alguns questionamentos e indagações: Para que grupos os exercícios foram pensados? Por que os livros trazem exercícios? Qual sua relação com os ideais da Escola Nova? E, por que esse novo método passa a ser recomendado aos livros didáticos? Assim o presente trabalho traz uma discussão das abordagens dada aos exercícios nos livros didáticos de Geografia no Ensino Secundário, buscando entender suas finalidades e objetivos de aprendizagem e, também como esses se configuram como estratégias importantes para entendermos a noção de Geografia escolar e sua relação com os discursos políticos, econômicos, culturais, entre outros, difundidos no período estudado.

ASSUNTO(S)

geografia escolar livro didático exercícios educacao school geography didactic book exercises

Documentos Relacionados