Documento


O estilo do conto oral:: um estudo das marcas estéticas em contadores rurais

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2006

RESUMO

Identificar alguns aspectos prosódicos em narrativas orais gravadas com contadores rurais do Vale do Jequitinhonha e do vale do Mucuri constitui o objetivo principal deste trabalho. Desejando contribuir para os estudos do estilo oral, consideramos os seguintes aspectos prosódicos: freqüência fundamental, organização temporal (duração e velocidade de fala) e estrutura rítmica. A análise dos contos foi contraposta com a análise de entrevistas realizadas com os contadores de histórias, com a finalidade de apreender comportamentos recorrentes de histórias, com a finalidade de apreender comportamentos recorrentes da voz do contador, no momento da contação, que caracterizam sua arte. Para tal, foi realizada a análise acústica utilizando o programa Winpitch. Após o levantamento dos elementos expressivos da voz, encontramos alguns recursos vocais que particularizam a prosódia destes contos. Falar utilizando maior inflexão vocal, falar mais devagar, destacar a palavra que se que enfatizar através de maior variação da freqüência e maior duração destas palavras em relação às outras palavras do conto são algumas marcas que identificam estas narrativas. Observamos, neste estudo, que o contar histórias apresenta características prosódicas que lhes são peculiares.

ASSUNTO(S)

síntese da voz teses. comunicação oral teses. entonação (fonética) teses. contos folclóricos brasileiros teses poesia folclórica brasileira teses tradição oral teses. contos folclóricos brasileiros jequitinhonha, rio, vale (mg e ba) teses fonética acústica teses. prosodia teses




Comentários