O custo de soluções alcalinas em sessões de hemodiálise ambulatorial: uma análise sobre o desperdício a partir do controle dos processos

AUTOR(ES)
FONTE

J. Bras. Nefrol.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Introdução: São escassos estudos dos custos dos insumos consumidos em hemodiálise e, dentre estes gastos, os compostos que compõem o dialisato estão entre os valores considerados como representativos nessa terapia. Contudo, não foram encontrados estudos que orientem sobre o comportamento de custos dessas soluções. Objetivo: O objetivo do artigo é avaliar se há desperdício no consumo de soluções alcalinas em hemodiálise ambulatorial e, consequentemente, a possibilidade de redução no custo a partir da simulação de padronização no processo de estabelecimento do fluxo do dialisato nos períodos entre turnos em sessões de hemodiálise ambulatorial. Métodos: Partindo de um estudo observacional analítico, foi realizada uma simulação de 20 cenários, sendo 10 estabelecidos pela padronização dos processos de controle no fluxo do dialisato nos intervalos das sessões. A combinação dos dados foi realizada tomando por base os preços de três fornecedores de soluções alcalinas líquidas ou em pó. Resultados: Observou-se, dentre os cenários com processos padronizados, uma variação entre 7,7% e 33,3% de economia no custo da solução alcalina (em pó ou líquida), pela redução do desperdício. Conclusão: É possível refrear o desperdício no uso de soluções alcalinas, tanto em pó quanto líquidas e, consequentemente, seus custos, a partir da padronização na redução do fluxo de dialisato durante os intervalos verificados entre os turnos na hemodiálise ambulatorial. Todavia, estes resultados estão condicionados ao comprometimento de profissionais de saúde, principalmente no que tange ao exercício da supervisão e controle das atividades no desdobramento da função qualidade. Introduction: There are few studies about costs of inputs used in hemodialysis and among these expenditures, the compounds that make up the dialysate are one of the values considered as representative of this therapy. However, there aren’t costs studies that guiding solutions. Objective: The objective of this article is discuss whether there is wasteful of alkaline solutions in ambulatory hemodialysis and hence the possibility of reduction in cost from the standardization process simulation of establishment of dialysate flow in periods between shifts in hemodialysis outpatients. Methods: Starting from an observational analytic, a simulation was performed twenty case scenarios, which ten cases established by standardizing processes control on the dialysate flow in recession. The combination of data was performed using as a basis the prices of three suppliers of alkali liquid or powder. Results: It was observed among the scenarios with standardized processes, ranging between 7.7% and 33.3% savings in the alkaline solution cost (powder or liquid), by reducing waste. Conclusion: It is possible to restrain the wasteful use of alkaline solutions, both powder and liquid. Consequently, its cost from the patterning on reducing the flow of dialysate during the intervals between shifts observed in the outpatient hemodialysis. However, these results are conditional upon the commitment of health professionals, mainly to supervision exercise and control of activities in quality function deployment.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados